Últimas Notícias

ESPN: Sete clubes brasileiros vão faturar pouco mais de R$ 10 milhões da bola de R$ 802 milhões que a Fifa distribuirá às equipes que tiveram jogadores na Copa do Mundo de 2018. O Corinthians, que mais lucrou com o Mundial, porém, receberá menos que times, por exemplo, da Arábia Saudita e Egito.

O período que a entidade máxima do futebol considera para recompensar os clubes é contado a partir de duas semanas antes da abertura da competição até um dia após a eliminação da respectiva seleção na Rússia. Para as equipes, tanto faz se o jogador é titular absoluto ou sequer vai a campo.

Guerrero e Cueva na Seleção - Foto: Stu Forster/Getty Images
O valor pago pela Fifa aos clubes representados na Copa é de 8,53 mil dólares, ou R$ 32,8 mil, por dia para cada jogador. O Corinthians, por exemplo, tem direito a 38 “diárias” pelo período de Cássio e Fagner com a seleção brasileira: US$ 324,1 mil cada ou US$ 648 mil no total (R$ 2,5 milhões).

A cifra não é suficiente para colocar o atual campeão brasileiro sequer entre os 50 clubes mais beneficiados pela compensação da Fifa, segundo levantamento da agência alemã “Tonka”.

O Manchester City, com 16 jogadores convocados para o Mundial, foi também o time com direito à maior fatia do dinheiro distribuído, com 3,9 milhões de libras (R$ 19,5 milhões). Logo em seguida vem o Real Madrid, com 15 atletas na Rússia, que geraram 3,81 milhões de libras (R$ 19 milhões).

O top 10 é completado por Chelsea (R$ 17,5 milhões), Tottenham (R$ 16,95 milhões), Barcelona (R$ 16,15 milhões), PSG (R$ 15,95 milhões), Manchester United (R$ 14,8 milhões), Monaco (R$ 13,25 milhões), Atlético de Madri (R$ 11,8 milhões) e Juventus (R$ 11 milhões).

O primeiro clube não-europeu no ranking é o Al-Hilal, da Arábia Saudita, na 17ª colocação. A equipe tinha nove jogadores na seleção de seu país, que renderam pouco mais de R$ 8 milhões.

O também saudita Al-Ahli é outro com direito a uma boa fatia do dinheiro distribuído pela Fifa, ocupando o 21º lugar do ranking de clube, com R$ 7,4 milhões, graças seus a nove convocados.

Já a 23ª equipe com maior quantia a receber é o egípcio Al Ahly, com seis jogadores na seleção de seus país e mais um na da Tunísia, ficando bem perto da marca de R$ 7 milhões da Fifa.

Entre os brasileiros, além do Corinthians, Flamengo (Trauco e Guerrero), Grêmio (Geromel), Cruzeiro (Arrascaeta), Vasco (Martín Silva), Palmeiras (Borja) e São Paulo (Cueva) têm direito a fatias.

O Flamengo é a segunda equipe do país com mais dinheiro a receber, com cerca de R$ 1,8 milhão. Em seguida, Grêmio, Cruzeiro e Vasco devem ganhar aproximadamente 1,25 milhão; o Palmeiras, na casa de R$ 1,1 milhão; e o São Paulo fica com pouco menos de R$ 920 mil.

Por Mauro Cezar Pereira

O Maracanã não ficará fechado por até seis meses em 2019 para obras que o preparariam para a Copa América. A informação é do consórcio que administra o estádio. Como vêm pipocando algumas “notícias” que preveem o Maraca fechado de janeiro até junho do ano que vem, vale o compartilhamento da informação apurada junto à Odebrecht, que o administra.

Quanto ao calendário para atender às exigências da Copa América, ainda está sendo conversando. O consórcio garante que Fluminense e Flamengo não ficarão meio ano sem Maracanã.

Torcida do Flamengo no Maracanã - Foto: Divulgação
A preocupação envolvendo a Copa América é quanto ao gramado, querem que o piso tenha o tempo adequado para “descansar” entre os jogos dos clubes e os de seleções. Isso, em tese, pode forçar o fechamento do estádio para partidas de futebol perto da competição da Conmebol, mas sem a interdição por um semestre como se especula.

Contudo, são meras possibilidades, ainda não há definição a respeito.

ROBERTO ASSAF: Vitinho não é nenhum craque consagrado do futebol, tanto que sequer foi lembrado para a seleção que disputou o Mundial que está terminando. Ok. Se havia vagas para Fred e Taison, não seria exagero levar o atacante do CSKA Moscou, pois também não é absurdo dizer que o atleta revelado pelo Botafogo está em nível superior. No entanto, dado o fracasso retumbante do time verde e amarelo, já nem vale mais tal discussão.

Até porque a que interessa agora é a possível contratação de Vitinho pelo Flamengo. É pouco provável que haja aprovação unânime da torcida. Mas levando-se em conta que o Brasileiro recomeça quarta-feira, que Vinícius Júnior já foi embora, que o alvo em questão tem apenas 24 anos de idade, está em plena atividade, e tem boa experiência internacional, seria de fato um bom reforço, até porque não apresenta histórico de contusões.

Vitinho no CSKA - Foto: Epsilon/Getty Images
Vitinho disputou 46 partidas oficiais pela sua equipe na temporada 2017-2018, das quais 30 pelo Campeonato da Rússia, marcando 10 gols. Também fez 10 jogos pela Liga dos Campeões da Europa, contra Basel e Young Boys, ambos da Suíça, além de AEK, da Grécia, Benfica, de Portugal, e Manchester United, da Inglaterra. Nestes, marcou duas vezes. E como o CSKA não obteve vaga para a fase de mata-mata, acabou disputando a etapa de grupos da Liga Europa, contra o Arsenal, da Inglaterra, o Estrela Vermelha, da Sérvia, e o Lyon, da França. Também não foi adiante, mas o futebol de Vitinho não passou pelo fracasso, pois o elenco do time, como o da própria seleção da Rússia, como se viu no Mundial, não ajuda.

Para que se tenha uma idéia mais aguda do CSKA, vale dizer que é dirigido por um treinador da Bielorússia – Belarus é português de Portugal – chamado Viktor Goncharenko, de 41 anos de idade, que jamais teve experiência além das fronteiras da falecida União Soviética.

É interessante lembrar que Vitinho fez bom Brasileiro pelo Internacional em 2016, embora o clube gaúcho tenha sido rebaixado. Foi naquele campeonato que marcou o gol que praticamente tirou o Flamengo da briga pelo título, na vitória de 2 a 1, de virada, em Porto Alegre. Zé Ricardo, como fazia habitualmente, recuava o time como pequeno, após estabelecer vantagem, e aguardava a reação do adversário, que quase sempre acontecia – naquela ocasião, comandada pelo atacante que o Rubro-Negro, agora, quer repatriar. Na realidade, se os valores não forem astronômicos, pode valer a pena. Até porque, dizem, o rapaz é Flamengo desde criancinha.

UOL: Não é exagero afirmar que Flamengo e Vitinho conversam há quase dois anos. O Rubro-negro deseja contar com o atacante. Por outro lado, o torcedor declarado não vê a hora de vestir a camisa do clube de coração. Será que finalmente os dois ficarão juntos? Para que se chegue a um desfecho positivo, há negociação bastante complicada com o CSKA-RUS. As partes confiam no acerto, mas os valores estão acima do que a diretoria pretende gastar.

O Flamengo mantém a previsão da negociação que não avançou com o holandês Ryan Babel. É possível investir cerca de 7 milhões de euros (pouco mais de R$ 30 milhões) de forma parcelada em Vitinho. O problema é que o CSKA trabalha com pelo menos 10 milhões de euros (R$ 45 milhões) para vender 100% dos direitos econômicos do atleta.

Foto: Divulgação
A parte financeira sempre foi o obstáculo para que o atacante vestisse vermelho e preto. Tudo começou em 2016. Depois do duelo com o Internacional - clube para o qual Vitinho estava emprestado -, os dirigentes do Flamengo consultaram a situação do atacante já por conta do ano seguinte. O contato foi no dia 16 de outubro de 2016.

A partir de novembro daquele ano, o Rubro-negro montou uma força-tarefa para tentar a contratação. O CSKA bateu o pé e foi irredutível em relação ao valor pedido para vendê-lo, postura até certo ponto parecida com a da tentativa atual. Clube e jogador fecharam acordo com o salário base de R$ 700 mil, mas pararam nas mãos dos russos.

O flerte entre Vitinho e Flamengo só aumentou. No Jogo das Estrelas de Zico, no Maracanã, ele revelou a torcida pelo clube e incendiou os rubro-negros, que pedem pelo atacante com frequência nas redes sociais.

O panorama continuou. Nas visitas ao Brasil, Vitinho esteve com frequência no Maracanã para assistir a jogos do Flamengo. Ele tem amigos no elenco e sonha com a transferência também para ficar perto da família. As partes nunca deixaram de se falar, mas a nova tentativa chega como uma espécie de corrida para repor a saída de Vinicius Júnior.

Além dos valores elevados, o clube carioca esbarra na importância do atacante na Rússia. Na última temporada, o jogador, de 24 anos, fez 11 gols em 46 jogos. Terminando ou não com final feliz desta vez, a novela entre Vitinho e Flamengo parece uma daquelas negociações com desfecho certo. Um dia, os dois estarão unidos. Os protagonistas torcem e trabalham para que isso ocorra o mais rapidamente possível.

COLUNA DO FLAMENGO: O Campeonato Brasileiro está perto de retornar e as equipes já se preparam para a sequência desgastante que terão no segundo semestre. Para obter um bom desempenho, os clubes sabem da necessidade de se reforçarem, e com o Flamengo não é diferente. Sondado pelo Mais Querido nos últimos dias, o zagueiro Dória, ex-Botafogo e atualmente no Olympique de Marselha (FRA), está de malas prontas para se transferir, de acordo com informações do Blog de Primeira e do site FootMarseille.com, portal dedicado à notícias sobre o clube francês.

O Rubro-Negro chegou a monitorar o defensor e, segundo o site da Fox Sports, esteve perto de firmar empréstimo pelo atleta. Além do clube da Gávea, o Atlético-MG também se mostra interessado em repatriar o jogador. Vale destacar que o Olympique está disposto a vendê-lo por quantia próxima de R$ 6,5 milhões.

Dória no Olympique de Marselha - Foto: Divulgação
Aos 23 anos de idade, Dória pertence ao clube francês desde 2014, quando foi vendido pelo Botafogo, após obter destaque na equipe. Entretanto, passou os últimos anos sendo emprestado, sem espaço no elenco. Na última temporada, por exemplo, ele defendeu o Yeni Malatyaspor, da Turquia. O contrato do jogador com o Olympique vai até o fim de 2019. Por lá, o defensor esteve em campo em 33 oportunidades e marcou um gol.

Ainda que conte com cinco zagueiros em seu plantel – Juan, Rhodolfo, Réver, Léo Duarte e Matheus Thuler -, o Flamengo tem recorrido constantemente aos jovens defensores da equipe, uma vez que os três primeiros citados têm sofrido com lesões de forma corriqueira. Vale lembrar que Réver se recuperou e já treina normalmente com o time. Durante as atividades no Ninho do Urubu, na última semana, o experiente defensor fez dupla de zaga com Léo Duarte e pode ser novidade para a primeira partida pós-Copa, contra o São Paulo, pelo Brasileirão.

LANCE: Marlos Moreno chegou ao Flamengo no início deste ano e, até então, ainda não reencontrou o futebol promissor que o catapultou rumo ao Manchester City de forma tão precoce. Emprestado ao Rubro-Negro e primeiro reforço de 2018, o colombiano tem agora, com a saída de Vinícius Júnior, o melhor cenário para engrenar no clube carioca, que atravessa ótima fase na temporada.

Até aqui, são 16 jogos com a camisa do Flamengo, sendo titular em apenas três ocasiões - nas quais foi substituído e não rendeu tudo que se esperava. Com apenas lampejos que remeteram ao seu início no Atlético Nacional, o atacante ainda não foi às redes. Aliás, o jejum do colombiano é maior quanto a partidas oficiais em sua curta trajetória profissional: desde o dia 8 de março de 2016, quando estava na Colômbia, não sente o sabor de fazer um gol.

Marlos Moreno e Pará no carrinho do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
No Nacional, vivia grande fase. Logo Pep Guardiola o recrutou para o City, por uma quantia na casa de 8,2 milhões de libras (cerca de R$ 35 milhões), e foi emprestado ao futebol espanhol para adquirir rodagem internacional. Passou primeiro por Deportivo La Coruña (23 jogos) e depois desembarcou no Girona, clube filiado aos Citizens, onde só esteve em campo em quatro ocasiões. Desde que saiu de seu país, atuou em 43 jogos e ainda não marcou.

Aterrissou no Rio de Janeiro sem ter estufado o barbante na Espanha. Fez a sua estreia contra o Vasco, pelo Campeonato Carioca, e deixou impressão positiva com dois bons lances - uma linda enfiada de bola para Vinícius Júnior e um drible desconcertante. Desde então, tanto com Paulo César Carpegiani quanto com Maurício Barbieri, nunca teve uma sequência à altura de seu potencial.

LIBERTADORES IMPECÁVEL

Marlos Moreno, hoje aos 21 anos, foi contratado pelo Manchester City após o clube do Etihad Stadium ganhar a queda de braço com o rival Manchester United e Benfica. Na Libertadores de 2016, conquistada justamente pelo Atlético Nacional, a joia acumulou dez jogos, três gols e quatro assistências. Além disso, integrou o elenco da Colômbia na disputa da Copa América Centenário, na qual, de fato, brotou para o cenário internacional.

VOANDO NOS TREINOS

Se já brilhou na Libertadores em outrora, pelo Flamengo, inscrito desde o início, só atuou em três jogos, picados (sete minutos contra o Santa Fe, oito contra o Emelec e três contra o River Plate). Para recompensar a aposta da diretoria e enfim cair nas graças da Nação, Marlos tem correspondido nos treinos, nos quais Barbieri tem o escalado como titular, na vaga deixada por Vinícius Júnior.

No sábado passado, em jogo-treino contra o Nova Iguaçu, por exemplo, marcou dois gols e foi elogiado internamente. Já na última quinta, em coletiva, Everton Ribeiro foi questionado sobre a evolução e e a "fome" do gringo no dia a dia.

- Marlos vem treinando muito bem. Jogos muito bons, está conseguindo mostrar bom futebol e está tendo mais chances. É isso, quem entrar tem que ter confiança e ele está se saindo bem, espero que faça um bom segundo semestre para nos ajudar ainda mais - disse o meia, que já vê Marlos Moreno mais à vontade perante o elenco, que conta com outros três colombianos.

GLOBO ESPORTE: Na próxima quarta-feira, o Flamengo recebe o São Paulo em defesa da liderança do Campeonato Brasileiro. O reencontro com a torcida, na próxima quarta-feira, já tem mais de 22 mil ingressos vendidos. Com alta média de público na competição nacional neste ano - quatro de seis jogos com público superior a 50 mil pessoas e média de 51.931 no Brasileiro -, o Rubro-Negro espera as definições das negociações do Comitê Organizador Local da Copa América com o Consórcio Maracanã S.A. para retomar o plano de retirar cadeiras e ampliar a capacidade do estádio.

Estádio preferido para sediar os jogos no Rio da Copa América do meio do ano que vem, o Maracanã está nos planos do Comitê Organizador Local. As condições da sede carioca estão em negociação, informou a assessoria de imprensa do antigo Maior do Mundo, mas a expectativa é de um acerto. Há consenso entre o Fla e a concessionária de que uma vez o Maracanã escolhido sede da competição o plano será adiado pelo alto custo calculado para retirada e recolocação de cadeira.

Foto: Divulgação
Ainda há barreiras burocráticas para superar. As adaptações e últimas atualizações do Estatuto do Torcedor restringem espaços de estádios sem cadeiras numeradas no Rio de Janeiro. O Rubro-Negro não crê em grandes empecilhos para mudanças dentro da Alerj.

O presidente do Fluminense, Pedro Abad, disse que o clube ainda vai analisar o plano do Flamengo, mas não pareceu contrário ao projeto em entrevista recente ao GloboEsporte.com

- O Flamengo propõs tirar as cadeiras de uma parte do estádio. Vamos analisar. Se for benéfico, podemos apoiar - afirmou Abad.

Representante comercial do Maracanã no acordo com o Flamengo, Bruno Rodrigues, da Esportecom, aposta em futuro entendimento de clube, concessionária e demais agentes para a alteração da capacidade do estádio.

- É um projeto e o Maracanã tem muito interesse que isso aconteça. O Flamengo, obviamente, também, pela sua torcida gigantesca. Ainda existem alguns complicadores, questões burocráticas que precisam ser ultrapassadas e, principalmente, pela Copa América, que exige que o estádio tenha assento. Todas as partes estão muito engajadas para fazer isso acontecer. Mas acredito que só vai ser de fato consumado após a Copa América - comentou Bruno Rodrigues, diretor e sócio da Esportecom, representante comercial do Maracanã, em entrevista ao GloboEsporte.com.

Hoje, a capacidade total do Maracanã é de apenas 78 mil lugares - limite de ocupação após as obras para a Copa de 2014, embora nunca esteja liberado por completo por restrições de segurança da Polícia Militar nas vendas do setor de torcida visitante -, mas o Rubro-Negro tem a concessionária como entusiasta no plano de retirar as cadeiras nos setores atrás dos gols (norte e sul), o que aumentaria a capacidade para quase 100 mil lugares.

COLUNA DO FLAMENGO: Restando apenas um jogo para a Copa do Mundo se encerrar, as atenções passam a voltar para o futebol nacional. Logo na primeira rodada pós-mundial, o Flamengo vai receber o São Paulo, ou seja, duelo de líder contra terceiro colocado. E o comentarista Leandro Quesada, da Fox Sports, deixou claro que quer um bom resultado para o Tricolor.

Durante opinião expressa no programa Expediente Futebol, Quesada afirmou a preferência pelo clube paulista para que o campeonato fique disputado. Além disso, ele também cita o desejo de um triunfo do Grêmio sobre o Atlético-MG: 

“Se o São Paulo vence o Flamengo e o Grêmio bate o Atlético Mineiro, aí você tem um campeonato mais embolado. Isso é legal”, disse.

Foto: Reprodução
Vale destacar que, mesmo que o Flamengo seja derrotado no próximo compromisso, seguirá no primeiro lugar da tabela. Com 27 pontos conquistados, o clube da Gávea tem quatro a mais que São Paulo e Atlético-MG. O Grêmio, por sua vez, está na quinta posição, com 20.

O embate entre Fla e São Paulo está marcado para as 21h45 da próxima quarta-feira (18), no Maracanã. Para o duelo, o técnico Mauricio Barbieri não poderá contar com atletas como Henrique Dourado e Gustavo Cuéllar, ambos suspensos na última partida antes da Copa do Mundo, contra o Palmeiras.

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget