Alex Muralha, do Flamengo, sonha com a Copa da Rússia.

O goleiro viu o brilho no Figueirense e no Flamengo abrir as portas para a Seleção.

Alex Muralha comemorando com com jogadores da Seleção Brasileira - Foto: Lucas Figueiredo/CBF
O GLOBO: Após três empates, o Flamengo volta ao Maracanã hoje, às 17h, contra o Santos. Mesmo sem chances de título, o jogo vale muito. É um passo importante para tentar alcançar os R$ 10,7 milhões de premiação da CBF pela vice-liderança e poder garantir, em caso de vitória, uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores. Para Alex Muralha, é uma demonstração de que leva a sério todas as partidas. Jogador que só aos 26 anos estreou na Série A, com o Figueirense, o goleiro já pensa em participar da Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

— Só de fazer parte do grupo da Copa do Mundo já é um sonho. Vou trabalhar muito para isso. Como o Tite fala, é merecimento — disse o jogador em conversa com o GLOBO, relembrando sua primeira convocação. — Fiquei sabendo por alguns amigos, enquanto estava dirigindo, e achava que era sacanagem, mas começaram a aparecer mensagens no celular.

Mineiro de Três Corações, cidade onde nasceu Pelé, o goleiro, que havia rodado o futebol do interior paranaense e paulista, com uma breve passagem pelo Japão, viu o brilho no Figueirense e no Flamengo abrir as portas para a seleção.

— Disseram: "Se prepara, vai ter trote. Decora uma música, uma piada e uma dança" — contou o jogador, que acabou aliviado pelo fato de ter chegado num domingo e o elenco só ter ficado completo dois dias depois.

— Os companheiros criaram esse monstro, mas até que o Neymar e o Daniel Alves foram bem tranquilos.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget