Botafogo pede R$ 3,5 milhões por equipamentos da Ilha ao Flamengo.

Outro adianto para o Flamengo seria a possibilidade de manter os refletores. Os postes pertencem ao Botafogo, assim como algumas lâmpadas.

Arquibanca e refletores do Estádio Luso-Brasileiro - Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo
GLOBO ESPORTE: A proposta está na mesa. Em reunião nesta quarta-feira, o Botafogo pediu ao Flamengo R$ 3,5 milhões para entregar o Estádio Luso-Brasileiro todo montado e com a infraestrutura mantida. Um novo encontro entre os clubes está marcado para esta quinta, quando o acordo deverá ser firmado.

Caso haja o Flamengo aceite a proposta, o Botafogo deixará de iniciar o desmonte das arquibancadas, por exemplo. Como esta estrutura é alugada, o Rubro-Negro herdaria o pagamento do aluguel (R$ 370 mil mensais) e ficaria com as partes que pertencem ao alvinegro, como rampas e assentos da área social, por exemplo.

Outro adianto para o Flamengo seria a possibilidade de manter os refletores. Os postes pertencem ao Botafogo, assim como algumas lâmpadas. Outras foram trazidas do Engenhão, o que faria com que o novo inquilino da Arena precise se entender com a Prefeitura do Rio de Janeiro se não quiser adquirir novos dispositivos de iluminação.

O possível acordo entre os clubes também daria ao Flamengo a possibilidade de administrar o estádio da Portuguesa da Ilha sem precisar instalar novos sistemas de refrigeração, monitoramento por câmeras e cabeamento.

Inicialmente, o Botafogo havia programado para a noite deste sábado, logo após o fim da partida contra a Ponte Preta, o início da retirada das estruturas do estádio. O Alvinegro investiu R$ 5 milhões para transformar o Luso-Brasileiro na Arena Botafogo, que foi usada pelo clube durante quatro meses. A previsão era que apenas o desmonte das arquibancadas tivesse o custo de R$ 1,5 milhão - valor já incluído no contrato com a Portuguesa.

De qualquer maneira, o Flamengo já adiantou que fará uma reforma completa do gramado principal - há um campo anexo recentemente entregue pelo Botafogo, cumprindo contrato - e melhoria nos vestiários. Outras possíveis mudanças estão sendo analisadas pelo clube, que, a princípio, só poderá entrar para fazer suas intervenções a partir de 1º de janeiro de 2017.

O provável entendimento indica que, aos poucos, os dois clubes se entendem nas questões fora de campo. O Botafogo acionou a Justiça para ser reembolsado pela saída de Willian Arão para o rival, no fim de 2015. Além disso, o clube processou o grupo Porta dos Fundos por um vídeo em que um personagem jogador alvinegro é ironizado por um atleta do Alvinegro. Em 2016, o Botafogo descartou a possibilidade de o Flamengo atuar no Engenhão e no Luso-Brasileiro durante o Campeonato Brasileiro.


Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget