Clubes querem se enfrentar na última rodada com camisa da Chape.

A medida já foi anunciada pelo Palmeiras nesta terça-feira, após o clube receber o aval dos patrocinadores.

Jogadores de Flamengo e Chapecoense se comprimentando - Giba Pace Thomaz - Chapecoense
ESPN: Os clubes brasileiros estão se unindo para anunciar diversas homenagens à Chapecoense, na última rodada da Série A. Uma delas menciona que as agremiações atuem com a camisa da equipe de Santa Catarina.

A medida já foi anunciada pelo Palmeiras nesta terça-feira, após o clube receber o aval dos patrocinadores - agora, a ideia é buscar apoio da fornecedora de material esportivo, que é diferente do clube de Chapecó.

Mas outras equipes também podem seguir o mesmo caminho. Desde cedo, departamentos de marketing dos times da primeira divisão estão em contato e alinham uma grande homenagem para a Chapecoense.

Mesmo times que possuem arquirrivais alviverdes, como o Corinthians e o São Paulo, pretendem aderir à ideia, segundo apurou o ESPN.com.br. A discussão é geral entre todos os clubes da Série A e

Os empecilhos são, no entanto, os patrocinadores e fornecedores de materiais esportivos das equipes, que vão precisar dar o aval. Como algumas se tratam de empresas concorrentes, a iniciativa fica mais difícil, apesar de solidária.

Mais cedo, Corinthians, Santos, São Paulo e Palmeiras anunciaram que vão emprestar jogadores ao time de Chapecó no ano que vem.

Os grandes paulistas também pediram à CBF que conceda à equipe catarinense o direito de ser imune ao rebaixamento no Brasileirão pelos próximos três anos, para que possa se reerguer em tempo.

Os clubes brasileiros se uniram nesta terça-feira, logo após a divulgação da tragédia de avião que levava a delegação da Chapecoense à Colômbia e resultou em 75 mortes, dos 81 a bordo.

Dos 75 mortos já confirmados, estava toda a comissão técnica de Caio Júnior, grande parte do elenco, dirigentes e também jornalistas. Os únicos sobreviventes do voo foram os jogadores Alan Ruschel, Neto e Jakson Follmann; a aeromoça Ximena Suárez e o jornalista Rafael Henzel.

A Chapecoense viajava à Colômbia para enfrentar o Atletico Nacional, pelo duelo de ida da decisão da Copa Sul-Americana. O duelo foi suspenso pela Conmebol por tempo indeterminado. O time de Medellín pediu para o troféu de campeão ser entregue aos brasileiros.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget