Diego rebate acusação de torcedor com distúrbio mental.

Um torcedor do Flamengo o acusou de ter forçado a advertência para "entrar de férias" mais cedo, já que não poderá jogar domingo contra o Atlético-PR.

Foto: Screenshot / Facebook
GLOBO ESPORTE: Ao marcar o segundo gol do triunfo rubro-negro por 2 a 0 diante do Santos, neste domingo, no Maracanã, Diego foi comemorar com a torcida. Por ter subido a escadinha atrás do gol e abraço os torcedores, recebeu o cartão amarelo. O terceiro da série, o que o suspende da última rodada do Brasileiro. Desta forma, foi alvo em rede social.

Um torcedor o acusou de ter forçado a advertência para "entrar de férias" mais cedo, já que não poderá jogar domingo contra o Atlético-PR, em Curitiba. Diego não gostou e rebateu.

Na saída do Maracanã, Diego comentou o cartão recebido e se defendeu. Ele afirmou não ter conhecimento que tal tipo de comemoração era alvo de punição.

- Se foi dado (o cartão), é porque faz parte da regra. Eu não sabia, sinceramente. Pensei também em tirar a camisa, foi um momento muito especial. A temporada caminhando para o fim, nós jogamos no Maracanã e não conseguimos retribuir. Ficou meio que engasgada essa vontade de extravasar e comemorar uma vitória no Maracanã. Acho que com o segundo gol nós batemos o martelo do resultado. Foi um gol especial demais, e passaram algumas coisas pela minha cabeça. Fui em direção à torcida, não sabia que tomava o cartão amarelo, acabei tomando. Claro que não estava nos meus planos, mas por outro lado fico muito feliz, e é um momento que eu vou guardar nas minhas melhores recordações - disse o jogador.

Com a vitória, o Flamengo assumiu a vice-liderança do Brasileiro, com 70 pontos.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget