Flamengo intensifica busca por terreno para construção de Estádio.

A ideia é analisar a viabilidade da construção de um estádio próprio, com capacidade para cerca de 50 mil pessoas.

Projeto de Estádio do Flamengo - Foto: Divulgação
GLOBO ESPORTE: A notícia de que o Governo do Estado do Rio de Janeiro pretende transferir a concessão da administração do Maracanã da Odebrecht – principal acionária do Consórcio Maracanã – para a francesa Largadère faz o Flamengo intensificar a busca por alternativas. Assim, dirigentes do clube vão, nesta quarta-feira, sobrevoar dois terrenos, apresentados por duas empresas diferentes, oferecidos em troca do Edifício Hilton Santos (sede do Morro da Viúva). A ideia é analisar a viabilidade da construção de um estádio próprio, com capacidade para cerca de 50 mil pessoas.

Depois de uma empreiteira oferecer um terreno na Zona Oeste, foi a vez de surgir outra empresa se apresentar ao Flamengo com um modelo de negócio semelhante, apresentando um espaço de local ainda guardado em segredo. O Flamengo, entretanto, ainda tem a administração do Maracanã como prioridade e, assim, usa as ofertas também como uma maneira de exercer pressão sobre o Governo do Estado a abrir uma nova licitação.

O Flamengo diz ainda não ter recebido de maneira oficial a informação de que haverá a transferência de concessão. No entanto, na Gávea circula a informação de que o procedimento pode ocorrer ainda nesta semana. Enquanto isso, o clube aguarda para daqui a duas semanas a votação na Câmara de Vereadores do projeto de lei que permite a transformação da sede do Morro da Viúva – hoje desabitada – em prédio residencial ou hotel. A intenção do rubro-negro é de que iniciar o processo de licitação até janeiro de 2017.

- Para o Flamengo, o ideal é ter a administração do Maracanã e construir um estádio de pequeno porte na Gávea. Mas diante das notícias que estão surgindo, podemos adotar um outro caminho. Recebemos duas ofertas de troca do Morro da Viúva por terrenos para a construção de um estádio e vamos avaliar de acordo com a postura que o Estado adotar - explicou o vice-presidente de patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel.

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget