Flamengo terá estreantes no Maracanã contra o Botafogo.

Apesar de experiente, Diego disputará seu primeiro clássico no estádio, assim como Alex Muralha que chegou ao Flamengo no início do ano.

Foto: Gilvan de Souza / CR Flamengo
GOAL: A torcida do Flamengo esgotou todos os ingressos colocados à disposição dos rubro-negros para o clássico contra o Botafogo. A importância da partida para o time de Zé Ricardo é enorme.

O duelo contra o Alvinegro é crucial para seguir na luta pela taça, uma vez que o Palmeiras vai encarar o Internacional, desesperado na briga contra o rebaixamento, na mesma rodada.

Esta será a primeira vez que o Flamengo disputará um clássico no Maracanã em 2016. O estádio esteve fechado durante o ano quase todo por causa dos Jogos Olímpicos, e só esteve aberto para as finais do Campeonato Carioca.

Diante desta situação é normal que o nervosismo tome conta de alguns jogadores, principalmente os mais jovens e aqueles que não estão acostumados com essa pressão.

Apesar de experiente, Diego disputará seu primeiro clássico no estádio, assim como Alex Muralha que chegou ao Flamengo no início do ano e não teve a oportunidade de atuar no estádio contra um rival da mesma cidade.

Na zaga, também será a primeira partida de Réver com a camisa do Flamengo no Maracanã. Já seu companheiro Rafael Vaz esteve em campo no estádio na final do Carioca, quando vestia as cores do Vasco.

Quem também fará sua estreia no Maraca em um clássico é o técnico Zé Ricardo. O treinador veio do sub-20, assumiu o time no início do Brasileirão e, neste sábado, comandará o Flamengo pela primeira no estádio diante de um rival da mesma cidade.

Em caso de derrota, o Flamengo pode praticamente dar adeus as chances de título e ficar numa situação complicada na briga pelo G-3. O jogo é fundamental para as pretensões do time rubro-negro, que terá a torcida ao lado, mas ao mesmo tempo, pode sentir a ira do torcedor carioca em caso de derrota.

Jogadores como Alan Patrick, Marcelo Cirino, Márcio Araújo, Pará e Paolo Guerrero serão extremamente importantes antes e durante a partida. Em 2015 eles vivem os dois lados da moeda no Maracanã - foram aplaudidos na sequência de vitórias e vaiados nas derrotas do time no estádio.

Alan e Pará sentiram na pele o peso das vaias do torcedor no Maracanã. Depois do episódio do bonde da stella, na primeira partida em que entraram em campo foram bastante criticados.

Com o Fla sem vitória há três jogos, a tranquilidade e a experiência dos jogadores com mais bagagem será vital para que o time rubro-negro reencontre o caminho dos triunfos siga sonhando com o título.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget