Liga Sul-Americana de Clubes perde força junto à Conmebol.

Um dos motivos tem sido a falta de abertura da Conmebol em relação ao grupo.

Sede da Conmebol - Foto: Cesar Bordon
DE PRIMA: Criada no início do ano para fiscalizar a Conmebol e reforçar a representatividade de seus membros junto à entidade, a Liga Sul-Americana de Clubes tem perdido forças nos bastidores menos de seis meses após a aprovação de seu estatuto. Um dos motivos tem sido a falta de abertura da Conmebol em relação ao grupo.

– A Liga está muito esvaziada pela falta de interlocução com a Conmebol e isso gera muita desconfiança e dificuldade – aponta Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio e vice da Liga.

Segundo o dirigente gremista, um dos fatores que contribuíram para a perda de força da Liga nos bastidores é a falta de união dos clubes brasileiros. Seis dos grandes clubes do país optaram por não participar da entidade: Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Botafogo e Vasco.

– É um processo que perdeu sua força. Sem esse apoio, não temos força necessária para contestar e trouxe muita dificuldade para legitimar o debate da Liga – aponta Romildo.

Por conta das dificuldades na atuação, os integrantes da Liga Sul-Americana de Clubes têm discutido a possibilidade de realizar intercâmbios com as ligas europeias. A iniciativa visa principalmente conhecer melhor os modelos de gestão das entidades.

Esse será um dos assuntos que será debatido na próxima reunião da Liga agendada para o próximo dia 6, em Montevidéu.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget