Matheus Sávio admite expectativa por chance no Flamengo.

Cauteloso, Matheus evitou projetar o próximo ano e deixou seu futuro nas mãos de um velho conhecido: o técnico Zé Ricardo.

Foto: Felipe Schmidt
GLOBO ESPORTE: Matheus Sávio não fez gol nem deu assistência na vitória do Flamengo por 3 a 1 sobre o Vasco, na sexta-feira, que garantiu o título rubro-negro no Torneio Octávio Pinto Guimarães sub-20. Mas o camisa 10 foi o destaque da partida, com jogadas em velocidade, dribles e passes.

A atuação, porém, não aumentou a expectativa do garoto em ser promovido para os profissionais em 2017. Cauteloso, Matheus evitou projetar o próximo ano e deixou seu futuro nas mãos de um velho conhecido: o técnico Zé Ricardo, seu antigo comandante no sub-20.

- Fica a critério do Zé Ricardo. Ele acompanha bem a base e sabe o momento certo. Fizemos nosso papel, fomos campeões. Fica esse gostinho de querer estar no profissional. Quando a gente escolhe nossa profissão, quer sempre estar no topo. Não posso parar de trabalhar. A oportunidade vai vir no momento certo – disse o jogador.

Matheus Sávio participou de dois gols do Flamengo. No primeiro, cobrou falta que Paulinho não segurou, e Daniel aproveitou o rebote para abrir o placar. No fim da partida, o camisa 10 fez ótima jogada pela direita e tocou de calcanhar para Gabriel Ramos servir Daniel.

- Ganhar do Vasco aqui é uma rivalidade muito grande. Nós viemos sabendo da vantagem que tínhamos (vitória por 1 a 0 no jogo de ida). Fomos cirúrgicos.

Matheus Sávio tem 19 anos e participou do título do Flamengo na Copa São Paulo de Futebol Junior no início do ano. Pelo profissional rubro-negro, soma seis jogos e dois gols, todos em 2015.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget