Novo regulamento do Carioca fere o Estatuto do Torcedor

Troféu da Taça Guanabara e do Super Clássicos - Foto: Cris Dissat / Fim de Jogo
DE PRIMA: O novo regulamento do Campeonato Carioca 2017 desrespeita o Estatuto do Torcedor ao considerar, de forma retroativa, o resultado da edição 2016 para as novas regras. Quem aponta a irregularidade é o advogado especialista em direito desportivo, Carlos Eduardo Ambiel, que foi um dos autores da lei.

– Na prática, houve uma alteração retroativa no regulamento de 2016, o que fere o artigo 9º do Estatuto – apontou o advogado.

Segundo Ambiel, as mudanças foram “relevantes” para os clubes que ficaram entre 10º e 14º, que até então estavam garantidos na fase principal do torneio e com o novo regulamento terão que disputar uma fase preliminar com os dois times que subiram para a elite do Carioca.

– O Estatuto determina que os regulamentos não podem ser alterados após serem definidos e publicados. Não haveria, por exemplo, problema algum em estabelecer que os piores do Estadual 2017 devem disputar uma fase preliminar em 2018. O que não pode é criar regra depois que o torneio acabou – explicou Ambiel.

O que não pode é criar regra depois que o torneio acabou.



Postar um comentário

[facebook]

FlamengoResenha

{facebook#https://www.facebook.com/FlamengoSouRubroNegro} {twitter#https://twitter.com/FlamengoResenha} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/107993712547525207446} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCiHkjDj2ljgIbiv_zUvdG6g/videos}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget