Paulo Victor diz que não pode aceitar a reserva no Flamengo.

Na chegada ao Rio de Janeiro após o triunfo em Belo Horizonte, o goleiro admitiu que a posição de reserva no time ainda o incomoda.

Fotos: Staff Images / Flamengo
GLOBO ESPORTE: Paulo Victor assumiu de novo a responsabilidade e retornou à meta do Flamengo na vitória por 1 a 0 diante do América-MG, nesta última quarta-feira, no Mineirão. O atual reserva de Alex Muralha, fez duas defesas difíceis - uma no fim do jogo - que asseguraram o triunfo rubro-negro. Na chegada ao Rio de Janeiro após o triunfo em Belo Horizonte, o goleiro admitiu que a posição de reserva no time ainda o incomoda.

O atleta só atuou pelo fato de o titular Muralha estar voltando da viagem com a seleção brasileira. Desta forma, deverá voltar ao banco de reservas no domingo, quando o Flamengo recebe o Coritiba no Maracanã, às 19h30.

- Eu não posso ser vaidoso, mas também tenho de reconhecer o que posso fazer e à vezes não aceitar o banco de reservas de uma maneira passiva. Respeito sempre quem está no banco, mas eu, pessoa, não posso aceitar. Tenho que trabalhar para buscar titularidade. Se um dia não acontecer no Flamengo, com certeza terei de buscar novos ares - disse Paulo Victor no desembarque do Flamengo no Rio de Janeiro.

O goleiro tem mais dois anos de contrato com a equipe da Gávea. Ele começou a temporada como titular, mas perdeu a posição para a Muralha durante a disputa do Brasileirão.

- Muitas coisas mudam em dois anos, mas sei que tenho que estar trabalhando sempre. Tenho que buscar sempre jogar, sem menosprezar ninguém - prosseguiu Paulo Victor.

Sobre sua atuação no Mineirão, Paulo Victor afirmou que executou o que tem feito nos treinamentos. Assim como o restante do time, alimenta ainda esperança na conquista do título. O Rubro-Negro diminuiu a diferença para o líder Palmeiras para quatro pontos, mas a equipe paulista joga à noite, contra o Atlético-MG.

- Feliz, como faço sempre. Nenhum momento me viram reclamar. Trabalho sempre para corresponder, é o clube que me paga, tenho de estar sempre preparado. A todo momento temos de estar mostrando no futebol. Com certeza, se estou há 11 anos no Flamengo não é à toa. Tenho que estar crescendo cada vez mais. Falta pouco para o fim do ano e vamos ver se dá para ser campeão e quem sabe a gente voltar a conversar depois do dia 5.

O elenco se reapresenta na tarde desta sexta-feira, no Ninho do Urubu. Faltam três jogos para o time no Brasileiro. Depois de enfrentar o Coritiba, o Flamengo ainda recebe o Santos, no Maracanã, e fecha a participação contra o Atlético-PR, em Curitiba.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget