Quais os melhores jogadores de Flamengo, Palmeiras, Santos e Galo?

Indo de Robinho, do Atlético-MG, passando por Willian Arão, do Flamengo, e Tchê Tchê, do Palmeiras, e chegando a Yuri, do Santos.

GLOBO ESPORTE: Se futebol é resultado, quem é o jogador mais importante de uma equipe? Quem faz mais gols, quem dá mais assistências, quem rouba mais bolas ou simplesmente aquele com o melhor aproveitamento dos pontos pelo maior número de jogos disputados? O Espião Estatístico contou com a ajuda do estatístico Arhur Nehrer Siqueira para identificar entre todos os jogadores que disputaram o Brasileirão quais eram aqueles que se destacavam mais ao longo a temporada. Os dados jogam luz sobre atletas mais e menos badalados, indo de Robinho, do Atlético-MG, passando por Willian Arão, do Flamengo, e Tchê Tchê, do Palmeiras, e chegando a Yuri, do Santos.

Considerada a importância da rodada que começa nesta quarta-feira, com confronto direto entre Atlético-MG e Palmeiras, com Flamengo e Santos à espreita, decidimos destacar os jogadores que tinham mais chances de começar jogando, principalmente para escolher o reserva a ser destacado. Historicamente, quando monta rankings, o GloboEsporte.com considera apenas os jogadores que tenham participado de pelo menos 40% das partidas disputadas, recorte que foi mantido aqui para evitar distorções.

PALMEIRAS

Líder logo na primeira rodada, o Palmeiras caiu em seguida e voltou à ponta da tabela na rodada #9 para permanecer na ponta até a #16. Perdeu a liderança novamente, a recuperou na #19 e a ela se agarrou de forma incontestável. Nesta rodada, viaja para enfrentar o Atlético-MG, equipe que não consegue derrotar desde 2011. Dependendo dos demais resultadores, nem será necessário. O goleiro Jailson, de 35 anos, está invicto e com um aproveitamento de 90% fora de casa (seis vitórias e um único empate em sete partidas, conquistando impressionantes 19 dos 21 pontos que disputou). Se não levar gol, o Palmeiras ficará ainda mais perto da taça.

Mas embora o torcedor palmeirense não tenha dúvida da importância de outro jogador para a equipe, quem não acompanha tão de perto o clube pode não ter percebido a solidez que Tchê Tchê, de 24 anos, passa para a equipe de melhor desempenho dentre todos os visitantes da competição (58,8%). Estatisticamente falando, só o técnico Cuca consegue ser tão relevante quanto o polivalente lateral que virou volante e aparece frequentemente fazendo a ligação com o ataque como um meia. Em 16 jogos fora de casa, ajudou o Palmeiras a conquistar 62,5% dos 48 pontos que disputou. Ficou fora de apenas uma partida em toda a competição, na derrota por 3 a 1 para o Botafogo, como visitante. Considerados o aproveitamento e o número de jogos, fora de casa Cuca e Tchê Tchê são empatados os mais eficazes.


SANTOS

É o segundo melhor mandante do Brasileirão (80,4% de aproveitamento, o mesmo que o Atlético-MG) e nesta rodada recebe o Vitória. O volante Renato é o grande destaque da campanha do vice-líder, afinal de contas, disputou simplesmente todas as partidas até aqui, mesmo atuando com maestria em uma posição defensiva. Seu desempenho é o retrato da equipe.

Considerados apenas os jogos em casa, ninguém brilhou tanto quando o zagueiro Gustavo Henrique, que em 11 partidas e conseguiu um aproveitamento de 94%. Lesionado, está fora do Brasileirão. Ali na região em que atua, considera-se que o Santos esteja desfalcado nesta rodada, já que contará com o volante Yuri improvisado na zaga. O atleta de 22 anos parece ter sido escolhido a dedo para a função. Ninguém tem um aproveitamento dos pontos disputados quanto Yuri: com ele em campo, o Santos conquistou 78,9% dos pontos que disputou. Sem ele, a marca caiu para 42,2%. Participou de 11 partidas quando o Santos teve o mando, e seu aproveitamento foi de 88%.


FLAMENGO

Em viagem nesta rodada para enfrentar o América-MG, o Flamengo está cheio de desfalques, mas ainda assim o torcedor tem motivos de sobra para ficar confiante. Embora a equipe mineira seja a última colocada no Brasileirão, mas venha conquistando consecutivas vitórias quando atua em seu estádio, o Independência, a partida será realizada no Mineirão. Além disso, entre os titulares que devem começar jogando pela equipe que tem o segundo melhor aproveitamento entre todos os visitantes (51%), ninguém tem uma relevância tão grande quanto o volante Willian Arão quando o assunto é número de jogos disputados e aproveitamento de pontos. E esse está garantido em campo.

Em 33 partidas, Willian Arão conquistou 61% dos 99 pontos que disputou. Participou dos 17 jogos como visitante, saindo de campo com 51% dos 51 pontos que disputou. Considerados apenas os jogos como visitante, Alex Muralha tem desempenho melhor (54%), mas o goleiro está fora desta rodada e deve ser substituído por Paulo Victor. Há vários jogadores com aproveitamento geral maior do que Arão, mas com participação em menos jogos, o que estatisticamente faz deles menos relevantes na campanha, embora não menos importantes, evidentemente.


ATLÉTICO-MG

O Atlético-MG é o terceiro melhor mandante do Brasileirão (80,4%, empatado com o Santos) e atua em casa nesta rodada. Quarto colocado na classificação a dez pontos do Palmeiras, tem um confronto direto nesta rodada contra o líder. Considerados apenas os jogos quando mandante, quem apresenta o melhor aproveitamento é Robinho, 32 anos, que disputou 83% dos 42 pontos que disputou nas 14 partidas que disputou. Foram 11 vitórias, dois empates e uma derrota.

Curiosamente, a matemática pura aponta para outro atleta que se destacou ainda mais: em uma equipe que conta ainda com atacantes como Fred, 33 anos, e Lucas Pratto, 28 anos, Clayton, de recém-completados 21 anos está aprendendo com sobras o que é sair de campo vitorioso. Ele conquistou 82% dos 45 pontos que disputou, e sua vantagem estatística sobre Robinho se deve ao fato de ter participado de um jogo a mais (15). Não é demérito, mas realidade: o jovem entrou em seis partidas durante o segundo tempo (na média, aos 26min30s), sendo que em três delas o Atlético-MG já vencia quando foi para o jogo, uma pressão menor para ele. Com 21 anos e entre tanto talento, ganha experiência e confiança. Será que ele vai aparecer contra o Palmeiras?

Mas se os atacantes mostraram que o Galo mineiro seria impiedoso em seus domínios, foi o goleiro Victor, de 33 anos, quem mais se destacou ao longo de toda campanha, conquistando 57% dos pontos 93 pontos que disputou em 31 partidas. Veja o desempenho na temporada de quem é candidato para começar jogando na rodada #35.


*A equipe do Espião Estatístico é formada por Eduardo Aires, Guilherme Maniaudet, Guilherme Marçal, Leandro Silva, Marcio Menezes, Paula Carvalho, Roberto Maleson, Roberto Teixeira, Valmir Storti e Wilson Hebert.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget