Suado! Flamengo vence o Franca por 85 a 84.

O Flamengo manteve os 100% de aproveitamento no NBB CAIXA, com dois triunfos em duas partidas disputadas.

Marquinhos, ala do Flamengo - Foto: Newton Nogueira / Divulgação
LNB: Foi complicado, foi suado, foi decidido no final, mas o Flamengo venceu pela segunda vez no NBB CAIXA 2016/2017. Depois de ter vantagem no placar durante quase toda a partida realizada no Pedrocão, em Franca (SP), a equipe rubro-negra viu o Franca Basquete ter chance de vencer o jogo na última bola, mas segurou a liderança e fechou o jogo com vitória pelo placar de 85 a 84.

Na conta: Com o resultado positivo conquistado nesta noite, o Flamengo manteve os 100% de aproveitamento no NBB CAIXA, com dois triunfos em duas partidas disputadas.

Os caras: Os grandes destaques do resultado positivo do Flamengo foram os alas Marcelinho Machado, com 27 pontos, sete rebotes, e quatro assistências, e Marquinhos, que fechou o jogo com 24 pontos, quatro rebotes e três assistências.

Fala aí: “A gente sabe que jogar em Franca é sempre difícil, atuar no Pedrocão é complicado. Nosso time entrou em quadra já desgastado depois de um jogo de duas prorrogações, sofremos no final coisas que a gente normalmente não sofre, mas fico feliz de ver que a vantagem que a gente colocou no placar fez a diferença no final e que conquistamos mais uma vitória”, comentou o ala Marquinhos, do Flamengo.

Ajudou como sempre: O time comandado pelo técnico José Neto também contou com grande atuação do ala/pivô Olivinha, que fechou o jogo próximo de um duplo-duplo com 16 pontos e nove rebotes.

Time de guerreiros: O Franca lutou literalmente até o fim para vencer, mas não conseguiu. Mesmo assim, contou com grande atuação do trio formado por Pedro, com 19 pontos e cinco rebotes, Coelho, com 16 pontos, e Cipolini, com 15 pontos e seis sobras recuperadas.

E agora? A equipe rubro-negra volta a disputar uma partida do NBB CAIXA na quinta-feira (17/11), às 20 horas (de Brasília), em duelo contra o EC Pinheiros, no Ginásio da Gávea, no Rio de Janeiro (RJ). Já o Franca busca reação no NBB CAIXA nesta quinta (10/11), contra o Macaé Basquete, às 20h10 (de Brasília), novamente ao lado de seu torcedor no Pedrocão, em Franca (SP).

Protagonismo conhecido: Contando com forte apoio de sua torcida e motivado pela estreia no NBB CAIXA, o Franca iniciou o jogo tentando já mostrar suas cartas e impor seu ritmo de jogo, porém foi o Flamengo que, sob o “comando” dos experientes Marcelinho Machado e Olivinha, levou a melhor no início do jogo e saiu na frente (21 a 15).

Pegando fogo: No segundo quarto o Franca mais uma vez teve um bom desempenho em quadra, chegou até a diminuir a desvantagem para apenas um ponto e colocar pressão na equipe rubro-negra, mas mesmo rodando bem seu time, o técnico José Neto contou mais uma vez com mão quente de Marcelinho para se manter a frente do placar e ir para os vestiários com nove de vantagem.

Sem freio: O intervalo fez muito bem ao Franca, que voltou melhor ainda no terceiro período com desempenho dominante nos dois lados da quadra. O resultado de tal domínio foi de 12 a 0 no nos primeiros minutos da terceira parcial e não só recuperação no placar como a liderança de 42 a 39.

Que corrida! Pentacampeão do NBB CAIXA, o Flamengo mostrou toda a sua experiência na competição. Apesar do início ruim, a equipe rubro-negra seguiu fazendo seu trabalho dentro de quadra, sem deixar que o Franca abrisse vantagem. Ao final do terceiro quarto, o time do técnico José Neto conquistou grande sequência de 17 pontos, voltou a liderança e deixou o placar com dez pontos de diferença (63 a 53).

Até o fim: Muito guerreiro em quadra, o Franca não se deu por vencido e brigou muito forte para igualar o placar novamente. Comandado por Coelho e Cauê Borges, o Franca teve grande desempenho em o período final, chegou a deixar o placar separado por dois pontos nos instantes finais do jogo.

E que final! Forte na reação, o Franca teve a chance de empatar o jogo após erro de saída de bola do Flamengo e falta antidesportiva do ala/pivô Olivinha. O jovem armador Alexey converteu um de dois lances e deixou o placar ainda separado por um ponto. Com a posse de bola, o Franca teve a chance de vencer o jogo faltando dois segundos para o fim, porém não obteve êxito em sua tentativa e a vitória ficou mesmo com o Flamengo.

Fala aí (2): “Eu trabalho muito para ter uma responsabilidade dessa igual a de hoje de decidir uma partida, se eu não tiver essa responsabilidade eu nunca vou crescer na carreira do jeito que eu quero. Peço desculpas para os fãs do Franca por não ter convertido os dois lances livres. Trabalhamos muito duro para ganhar qualquer jogo do campeonato, infelizmente não conseguimos hoje”, disse o jovem armador Alexey, do Franca.

Muito desfalcado: Pela segunda rodada consecutiva o técnico José Neto não pôde contar com os trabalhos do armador Ricardo Fischer, que ainda se recupera de lesão. Além de Fischer, o Flamengo também sofreu mais uma vez com o desfalque dos jovens Pedrinho Rava, Lelê e Humberto.

Também sofreu: Pelo lado do Franca, o ala Isaac não participou da partida. O camisa 7 francano se recupera de um edema ósseo no pé direito, era dúvida para antes da partida mas não teve condições de jogo.

Sequência ampliada: Com a vitória nesta noite, o Flamengo ampliou sua sequência positiva em confrontos diretos contra o Franca para nove vitórias consecutivas. A última vitória francana no duelo contra o Flamengo aconteceu na temporada 2011/2012 do NBB CAIXA.

Já é tradição: Pela oitava vez em nove temporadas da história do NBB CAIXA o Flamengo começa edição do campeonato nacional com duas vitórias nos dois primeiros jogos. A única vez que o Flamengo não conseguiu o feito foi na temporada passada, após revés contra o Gocil/Bauru na rodada de abertuda.

Na espera: Contratação do Franca para o NBB 2016/2017, o pivô norte-americano Steven Toyloy ainda não pôde estrear com a camisa francana. A documentação do pivô está sendo regularizada para que ele possa atuar o mais rápido possível no campeonato nacional.
Helinho estreante no NBB CAIXA como treinador.

Muito especial: Apesar do resultado negativo, a noite foi muito especial para o agora técnico Helinho. Um dos maiores jogadores da história do basquete brasileiro e do NBB CAIXA, Helinho comandou o Franca pela primeira vez no NBB CAIXA em sua carreira como técnico.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget