Tchau de luxo.

Time do Flamengo compacto, determinado e mais criativo do que nas últimas partidas. Tipo do jogo que é injusto se criticar qualquer jogador.

Comemoração de Diego em partida do Flamengo no Maracanã - Foto: Buda Mendes/Getty Images
KLEBER LEITE: A despedida do público carioca, no Maraca, não poderia ser melhor.

Time compacto, determinado e mais criativo do que nas últimas partidas. Tipo do jogo que é injusto se criticar qualquer jogador.

Muralha, perfeito. Laterais participativos. Pará na dinâmica. Jorge, no talento. Zaga, firme. Rever, a segurança de sempre. Rafael Vaz, quando não baixa o espírito de Gérson, o canhotinha de ouro, ou seja, tirando as tentativas de lançamentos em profundidade, o que fica sempre devendo, no mais, muito bem.

Márcio Araújo, Arão e Éverton, três leões.

Gabriel, participativo, fechando o meio. Guerrero, pião perfeito, belo gol, dois incrivelmente perdidos e um terror para a zaga do Santos. Diego, o craque do jogo.

Enfim, dia para festejar. Despedida carioca, realmente de gala.

E, amanhã, vamos saber o que os rubro-negros pensam do elenco para 2017. Imperdível!!!

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget