Zaga nova e pendurados são as preocupações do Flamengo.

Donatti foi uma obsessão da diretoria no mercado. A ideia era a de que o argentino e Juan formassem a dupla de zaga titular.

Alejandro Donatti, zagueiro do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
UOL: O Flamengo não esperava chegar tão pressionado ao duelo contra o América-MG, quarta-feira (16), às 21h45 (de Brasília), no Mineirão. No entanto, os péssimos resultados recentes - somou apenas três pontos nos últimos 12 disputados - deixaram o Rubro-negro com a obrigação de vencer os quatro compromissos restantes para ainda sonhar com o heptacampeonato do Brasileirão.

O momento é delicado na tabela e também na formação do time para o jogo contra o lanterna da competição. O técnico Zé Ricardo perdeu a dupla de zaga titular. Réver e Rafael Vaz estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo, mesma situação enfrentada pelo atacante Emerson Sheik.

A nova zaga será formada pelo veterano Juan e pelo argentino Donatti. Os dois nem sequer têm atuado e terão de corresponder em um jogo capital para as pretensões do Flamengo. Juan não joga desde 28 de setembro, quando participou da eliminação do Rubro-negro para o Palestino na Copa Sul-Americana. Aos 37 anos, ele disputou 29 jogos na temporada e não terá o contrato renovado.

Já Donatti foi uma obsessão da diretoria no mercado. A ideia era a de que o argentino e Juan formassem a dupla de zaga titular desde o início do ano. Por dificuldades na negociação com o Rosario Central-ARG, Donatti chegou apenas em julho e viu Réver e Rafael Vaz conquistarem um terreno que jamais foi perdido.

O argentino atuou em apenas dois jogos. A última vez foi em 24 de agosto, quando teve um desempenho ruim na derrota por 4 a 2 para o Figueirense na Copa Sul-Americana. Donatti falhou e foi bastante criticado pelos torcedores. Ele tem a chance de se redimir e também se colocar de fato como opção para 2017.

Principal nome do time, o meia Diego falou sobre as ausências e elogiou os substitutos. 

"São jogadores de peso e não podemos negar que fazem falta. Mas o grupo tem um equilíbrio. Confiamos muito em quem vai entrar. O Donatti estou conhecendo agora. É um defensor sério e transmite confiança. O Juan é o tipo de jogador que dá uma sensação de que será eterno. É impressionante a confiança que transmite. Dispensa comentários por tudo que faz dentro e fora de campo. Contar com ele é um privilégio".

Preocupação especial com pendurados

Com mudanças fundamentais no time, o técnico Zé Ricardo precisa administrar um problema que vem tirando o seu sono há algumas rodadas. O número de jogadores pendurados é preocupante. Se perdeu três atletas no empate sem gols com o Botafogo, o treinador pode ter ainda mais problemas ao final do duelo contra o América-MG.

São mais sete jogadores com dois amarelos no elenco. Destes, cinco jogam com frequência de início ou entrando nas partidas. O principal deles é o meia Diego, nome do time e responsável por fazer o Flamengo "andar". Perdê-lo na reta final seria trágico para os planos do comandante.

O zagueiro Léo Duarte, os meias Mancuello, Alan Patrick, Ederson e Everton, além do atacante Marcelo Cirino completam a lista. Mais do que vencer e torcer por tropeços do Palmeiras, o Flamengo precisa se precaver, o que em momentos de pressão não é missão das mais simples.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget