Guerrero ainda está devendo no Flamengo?

Suas performances e gols ainda estão bem distantes de atacantes que conquistaram a torcida Rubro-Negra como Adriano Imperador e Hernane.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
GOAL: Paolo Guerrero chegou ao Flamengo para ser artilheiro e por isso é um dos jogadores mais cobrados do elenco. Depois de um início arrasador em 2015 onde marcou três gols nos três primeiros jogos a fonte secou e as desconfianças em cima do camisa 9 começaram a tomar conta dos torcedores.

Quando 2016 parecia que seria melhor, as coisas continuaram sem dar certo para o atacante e em várias oportunidades foi especulada sua saída do clube, ainda no primeiro semestre.

Veio o Brasileirão, e Paolo Guerrero seguia sem encantar, marcando uns gols aqui outros alí, nada a altura da expectativa criada em cima do atacante. Nos últimos jogos, porém, o camisa 9 apresentou uma melhora principalmente na média de gols. Foram 4 bolas na rede em cinco partidas.

O time Rubro-Negro já não estava mais firme na briga pelo título e os gols do atacante não empolgaram tanto assim o torcedor. Reação tardia? Talvez, mas a verdade é que nesta temporada Paolo Guerrero balançou as redes em 18 oportunidades igualando a sua melhor marca por um clube, quando defendia o Corinthians em 2013.

Com mais um jogo pela frente, o atacante pode bater seu próprio recorde caso marque mais gols. Ainda assim, Guerrero deixa a desejar em relação aos últimos artilheiros do futebol brasileiro. Este ano, Robinho lidera a lista de goleadores com 25 gols, em 2015, Ricardo Oliveira balançou as redes 37 vezes, mesmo número de Magno Alves em 2014.

Quando o assunto são gols decisivos o peruano também deixa a desejar. Em 2015 passou em branco no mata mata da Copa do Brasil contra o Vasco e não balançou as redes na reta final do Brasileirão, quando o Rubro-Negro ainda sonhava com Libertadores.

Em 2016, Guerrero também passou em branco na semifinal do Campeonato Carioca, no duelo contra o Palestino que culminou na eliminação Rubro-Negra da Copa Sul-Americana. Ele não esteve em campo no segundo jogo diante do Fortaleza, pela Copa do Brasil.

A grande crítica dos torcedores em relação ao peruano é que o jogador não corresponde em campo o alto investimento feito pela diretoria do Flamengo. Guerrero recebe do clube entre salários e luvas cerca de 950 mil reais mensais, sendo o maior investimento do elenco.

Com apenas 9 gols no Campeonato Brasileiro, Guerrero aparece atrás de 14 jogadores na artilharia da competição. Entre eles Grafite, do Santa Cruz, William Pottker, da Ponte Preta, Sassá do Botafogo, ignorando a tese de alguns torcedores que os companheiros de atacante do peruano não o favorecem.

Suas performances e gols ainda estão bem distantes de atacantes que conquistaram a torcida Rubro-Negra como Adriano Imperador e Hernane, os centroavantes dos últimos títulos nacionais conquistados pelo clube. Mas se fizermos uma comparação com 2015, a melhora do jogador é inegável, quem sabe em 2017 o camisa 9 não conquiste de vez a torcida e escreva seu nome na lista de campeões do clube?

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget