Eurico reclama de perseguição: "Por que não falam do Flamengo?"

O mandatário criticou a abordagem da imprensa sobre os acontecimentos e sugeriu que vem sendo vítima de 'perseguição política'.

Eurico Miranda, Presidente do Vasco - Foto: Armando Paiva/AGIF
O DIA: Dois das após a vitória sobre o Avaí, em São Januário, o presidente do Vasco, Eurico Miranda cancelou a entrevista coletiva de Martín Silva, na Colina, e resolveu falar. Em pauta, as críticas as manifestações da torcida vascaína que tem vaiado muito o dirigente nas partidas em casa. O mandatário criticou a abordagem da imprensa sobre os acontecimentos e sugeriu que vem sendo vítima de 'perseguição política'.

"Vim falar para tentar colocar os pontos nos "is". Há uma campanha para tentar desestabilizar. Não a mim. Ao futebol. Com todas as dificuldades que encontramos, nós estamos desenvolvendo alguma coisa, um trabalho que tem dado os resultados que esperávamos. O que justifica termos no início de uma partida, no apagão, ver aquela manifestação de "fora Eurico". Em vez de falar de futebol, da sexta colocação... Dizem que retiraram uma placa do conselho fiscal. Primeiro, que não tem direito. Qual é o interesse em publicar isso? Sempre na véspera de jogos. Qual a verdadeira intenção?", afirmou.

Na opinião do mandatário, os problemas dos outros clubes do Rio de Janeiro não são tão abordados quanto os do Vasco. Eurico chegou a citar o maior rival para fazer a sua comparação.

"Não fazem a mesma coisa com os problemas do Flamengo lá (Ilha do Urubu). Por que será? Mas fazem em relação ao Vasco. Para desestabilizar a mim? Não. Claramente ao futebol. Estou fazendo isso como um pedido, mas não tenho problema para confrontar isso."

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget