Flamengo pode ter até quatro mudanças para duelo contra o Avaí.

As outras podem não ocorrer ao mesmo tempo. Todas foram testadas na sexta e no sábado. Até Conca foi relacionado para o jogo.

Vinicius Júnior e Rodinei em treino do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
EXTRA GLOBO: Pressionado a fazer mudanças no time do Flamengo e evitar mais críticas da torcida, Zé Ricardo pode ter até quatro caras novas entre os titulares contra o Avaí, hoje, 16h, na Ressacada: As novidades podem ficar por conta do atacante Vinícius Júnior e do goleiro Thiago, além dos volantes Rômulo e Cuéllar. As duas primeiras modificações são mais prováveis. As outras podem não ocorrer ao mesmo tempo. Todas foram testadas na sexta e no sábado. Até Conca foi relacionado para o jogo.

O técnico reconhece que Vinicius Junior ganhou mais peso nos treinamentos e ao longo das últimas partidas, e está apto a ajudar mais diante de alguns desfalques. Ele entraria no lugar de Ederson, que voltou recentemente a jogar e sente um pouco a sequência. As outras mudanças no time se dariam por ordem técnica, apenas.

A comissão técnica está ciente ainda da insatisfação com Muralha, Márcio Araújo e Willian Arão, mas pode sacar apenas um dos volantes e barrar também o goleiro. Fora isso, modificar a estrutura do time e o esquema tático é improvável. O treinador mesmo assim deve ceder à pressão e reconhecer a má fase de alguns atletas que considera importante na sua formação ideal.

Apesar de Rômulo e Cuéllar não estarem em plena forma física e técnica, Márcio Araújo e Arão colecionam sequência de jogos abaixo da crítica. A dupla, no entanto, é o ponto de equilíbrio do time entre defesa e ataque, sobretudo enquanto Diego não volta ao seu auge depois de recuperar-se de lesão.

Zé Ricardo não terá Berrío, Donatti e Gabriel, em recuperação. Guerrero e Trauco defendem a seleção peruana. Leandro Damião e Everton completariam o ataque.

O zagueiro Juan, que formará dupla novamente com Réver na defesa, lembrou que todos dividem a pressão com o treinador, e que foi com Zé Ricardo que o Flamengo chegou ao título estadual invicto.

— Ele levou o Flamengo ao terceiro lugar ano passado no Brasileiro, foi campeão carioca. Passamos um mês turbulento com decisões em maio. Até o San Lorenzo passamos ilesos. Infelizmente saímos daquela forma. Mas o trabalho dele levou o Flamengo a um título e elevou o nível de vários jogadores — destacou o zagueiro, que, por outro lado, sabe que o clube vive de vitórias.

— A gente já mostrou do que é capaz. A insatisfação vem um pouco disso — emendou.

O Flamengo precisa mostrar que pode repetir o que já apresentou. Zé Ricardo também.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget