Jogadores visitam núcleos parceiros do Flamengo.

Uma coisa é certa: para sobreviver no país, o esporte da bola laranja necessita de mais atitudes que unam todas as classes sociais.

Foto: Divulgação
GARRAFÃO RUBRO-NEGRO: por Rafael Rezende

No início do mês de junho, os atletas do Flamengo dedicaram uma semana inteira de visita aos núcleos sociais que o clube possui em parceria com a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro. A divisão foi feita da seguinte forma: Marcelinho e Rafael Mineiro (Sampaio), Humberto e Marquinhos (Cachoeiras de Macacu), Ricardo Fischer (Mangaratiba), e JP Batista e Rodrigo Carlos, que é auxiliar de José Neto (Petrópolis e Três Rios).

Recentemente, o Garrafão Rubro-Negro ouviu boa parte do grupo citado e, a partir de agora, vai apresentar a visão de cada um sobre a participação individual.

Marquinhos

"Foi lindo visitar Cachoeiras de Macacu. Tive um aprendizado muito grande e me imaginei perto daquelas crianças que não tinham um tênis e a melhor roupa pra jogar, mas amor pelo que a gente faz. Espero que a nova safra de atletas do basquete brasileiro saia dali e que o sonho de todos continue. No que eu puder ajudar, farei de tudo."

Humberto - "Foi um aprendizado para gente também. A nossa vida é muito corrida e nós não paramos para pensar o quanto influenciamos essas crianças e como somos inspirações. Às vezes, por algum momento, acabamos dando um exemplo ruim, mas a oportunidade de estar com elas, de conversar e compartilhar experiências, é bem legal. Tivemos em lugares com a situação crítica e isso me trouxe a memória do que eu vivi. Sou de família humilde, aprendi bastante coisa, e venci. Fiquei até chateado porque queria ter mais tempo com a criançada. Tenho certeza que fiz novos amigos."

Ricardo Fischer

"Foi muito legal participar desse projeto do Flamengo e visitar um núcleo. O clube está de parabéns por estar dando oportunidade para esses jovens irem atrás dos sonhos de um dia se tornarem jogadores profissionais. Você vê aquele olhar de admiração, de vontade, e isso recarrega as energias. Em alguns momentos, não damos valor a posição que estamos e essas crianças nos trazem para a realidade. Tentei passar toda minha experiência, dei conselhos para melhorarem nos fundamentos e torço para que vinguem."

JP Batista

"Para mim, foi fantástico. É gratificante desempenhar esse papel, pois as crianças precisam de espelhos e muitas delas miram a gente. Eu lembro da minha infância, quando me espelhava nos atletas da seleção brasileira. E hoje tenho a honra de jogar ao lado deles. Poderíamos fazer isso mais vezes, a nossa participação é importante. O Brasil inteiro precisa de projetos assim. Foi inesquecível poder participar, contar histórias da carreira e ver a reação deles. Torço para que tudo continue dando certo e espero ajudar."

Rodrigo Carlos

"Eu visitei dois núcleos. O de Três Rios começou antes de Petrópolis e, por isso, os garotos estão mais avançados tecnicamente. Vi vários com potencial e que, se tiverem uma oportunidade, podem tentar a carreira de jogador de basquete. Espero que as nossas visitas tenham motivado e atraído outros meninos interessados. Foi uma ótima experiência poder passar um pouco do conhecimento e faço votos que os projetos sigam em crescimento."

O escolhido para encerrar foi João Pantâno. Em contato com a nossa reportagem, o Supervisor das Escolas de Esporte Sempre Flamengo, detalhou:

"A parceria entre a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude e o Flamengo é de suma importância para o desenvolvimento do esporte e dos jovens dentro do Rio de Janeiro. As aulas motivam e encorajam a estarem no meio esportivo, desenvolvendo a cidadania, a interação e aevolução socioeducativa de cada um. Atualmente, estamos atendendo 500 crianças carentes e o trabalho é feito com afinco e serenidade. Realizamos visitas técnicas diárias, onde utilizamos uma metodologia avançada e concomitante a da escolinha." 

Uma coisa é certa: para sobreviver no país, o esporte da bola laranja necessita de mais atitudes que unam todas as classes sociais.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget