Kleber Leite: CI do Flamengo deveria fazer cursinho com Palmeiras.

Entre os poucos equívocos da atual direção do Flamengo, a maioria se concentra no futebol.

Zé Ricardo, técnico do Flamengo, dando as boas-vindas a Rhodolfo - Foto: Gilvan de Souza
KLEBER LEITE: Sabem quem é o autor do título deste POST? Cuca, ex-treinador do Flamengo e, atual “professor” do Palmeiras.

No futebol, quem vive nele ou, quem vive dele, se aprende todo dia, desde que, claro, se esteja atento e, haja humildade suficiente para captar uma mensagem que seja.

De todos os treinadores com quem trabalhei, Cuca foi o mais cuidadoso e participativo quando se tratava de reforçar o time. Além de pesquisar profundamente o “alvo” e, a partir do momento em que não houvesse nenhuma dúvida quanto às partes, técnica, física e médica, interagia ele pessoalmente com o jogador pretendido e, só após vencidas todas as etapas e, estando ele convencido, dava o sinal verde para a contratação. Já houve caso do jogador que queria se contratar, estar bem, técnica e fisicamente, mas “nas entrevistas”, por este ou aquele motivo, Cuca ter desaconselhado o fechamento do negócio. Em síntese, era ele extremamente meticuloso e exigente quando se tratava de colocar alguma cara nova no grupo e, tinha com ele a verdade que inspira o título deste POST.

Entre os poucos equívocos da atual direção do Flamengo, a maioria se concentra no futebol e, o mais contundente dos equívocos têm sido exatamente as contratações.

Curiosamente, apelidaram este setor de “inteligência rubro-negra”, que fica devendo exatamente na forma como se intitula. Se fosse competente, diria, pelo título, ser pretensiosa. Pelos resultados que verificamos, diria tratar-se de um título tragicômico.

. Rhodolfo, o zagueiro que acaba de ser apresentado, diz que está clinicamente curado do problema no joelho, mas por que motivo terá jogado tão pouco após a cirurgia? Conca, segundo apurei, foi ontem para compor o banco, ainda completamente fora de forma, e, já há quem duvide que esteja ele bem até o final do campeonato.

. Donatti, o zagueiro argentino, foi contratado sem que as duas figuras máximas do futebol, presidente e vice, além do treinador, o tivessem visto jogar. Aí, sinceramente, passa a ser loteria…

. Não vou aqui me alongar nem tomar o tempo de vocês falando da quantidade de jogadores que custaram valores consideráveis e que, já haja uma unanimidade com relação ao “final do filme”. E agora, fazer o que, com esta quantidade significativa de jogadores, que já sabemos que não vai dar em nada? O pior é que, pelos nossos erros nas contratações, os outros clubes já sabem quem é quem. Acabamos sendo a vacina para possíveis equívocos dos clubes rivais.

Bem que a “inteligência rubro-negra” se não demitida for, poderia fazer um cursinho intensivo com o  treinador do Palmeiras…

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget