Narrador ironiza "teoria da conspiração" em Avaí x Flamengo.

“Ih, rapaz! Vai consultar a gente de novo”, teria exclamado Luís Roberto durante a narração da Rede Globo.

Foto: Reprodução
UOL ESPORTE VÊ TV: Luís Roberto de Múcio, narrador da Rede Globo, foi protagonista de uma polêmica neste domingo. Tudo por conta de uma narração mais do que confusa na partida Avaí 1 x 1 Flamengo pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Aos 34 min do segundo tempo, o atacante Diego Tavares disputou uma bola com Éverton e caiu na área. O árbitro Paulo Scheleich Vollkopf (MS) assinalou o pênalti, mas repensou e anulou a marcação.

“Ih, rapaz! Vai consultar a gente de novo”, teria exclamado Luís Roberto durante a narração da Rede Globo. “Ih! Não é pênalti, não. Desmarcou o pênalti”, completou.

A narração deu margem a interpretações bastante críticas nas redes sociais – em especial, a respeito de uma interferência das imagens da emissora no jogo. No entanto, em vídeo exibido pelo canal de TV por assinatura SporTV nesta segunda-feira, o narrador afastou qualquer possibilidade de “ajuda” ao árbitro.

“Sobre este assunto, que nem deveria ser assunto, eu não consigo entender onde a imaginação das pessoas vai chegar. A turma da teoria da conspiração é absurdamente forte”, iniciou o narrador, em tom crítico.

“Ontem, como vocês podem mostrar, eu disse na transmissão, quando o juiz resolveu ouvir de novo a equipe de arbitragem: ‘Ih, vai consultar gente de novo’. Ou seja, eu não usei o artigo: ‘a’ gente”, completou.

Mais à frente, Luís Roberto fez questão de isentar a Rede Globo de interferência pela atuação da arbitragem – não apenas no jogo Avaí x Flamengo, como também em outras partidas.

“E mesmo que tivesse utilizado (o artigo ‘a’), obviamente que todos nós sabemos que a Rede Globo não tem interferência em nenhum tipo de esporte, muito pelo contrário. Nós presamos pela lisura do esporte. Até porque ele é muito mais legal quando ele é jogado dentro das regras”, disse, indo além.

“Não tem polêmica. Absolutamente não tem polêmica. O que eu disse e repito foi: ‘Ih, ele vai ouvir gente de novo’. Árbitro de linha de fundo, bandeirinha, quarto árbitro”, explicou-se.

Avaí protestará, mas poupa narrador

O Avaí chegou a dizer que convocaria Luís Roberto para depor a respeito do lance no STJD. Entratanto, em nota oficial, disse que não cogitou a iniciativa.

Em comunicado publicado em seu site, o clube catarinense afimou que “quer investigação sobre interferência externa na decisão da equipe de arbitragem”. Além disso, o presidente avaiano, Francisco José Battistotti, estará na sede da CBF nesta terça-feira e “entregará à comissão de arbitragem um ofício com relatório das ocorrências deste domingo juntamente com outras provas e um pedido de investigação sobre o que realmente ocorreu, do porquê da decisão do árbitro em voltar atrás e como isso ocorreu”.

“O Avaí também esclarece que não vai convocar jornalista para depor no STJD como foi mencionado em várias reportagens ao longo desta segunda-feira. O jurídico do clube sequer cogitou esta possibilidade. O Avaí reuniu provas de vídeo e depoimentos para fundamentar a Notícia de Infração que vai protocolar junto ao STJD”, completa a nota.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget