Nova atitude da CBF tira o Flamengo do sério.

Para relembrar os melhores momentos do Maracanã, o clube instalou a rede "véu de noiva" nas balizas da sua nova casa.

Rede "véu da noiva' no gol da (Arena) Ilha do Urubu, Estádio do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
UOL: A estreia do Flamengo no estádio Ilha do Urubu - vitória sobre a Ponte Preta por 2 a 0 - contou com um episódio curioso antes mesmo de a bola rolar. Para relembrar os melhores momentos do Maracanã, o clube instalou a rede "véu de noiva" nas balizas da sua nova casa. A arbitragem, no entanto, não gostou da ideia e solicitou a substituição aos integrantes do departamento de competições da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Uma espécie de reunião aconteceu no gramado com árbitros e dirigentes. A alegação dos responsáveis por apitar o confronto - comandados por Ricardo Marques Ribeiro - foi a de que a rede estava demasiadamente recuada, o que prejudicava a visão e poderia gerar confusão.

O quarto árbitro Sidmar dos Santos Meurer foi o responsável por levar a decisão aos responsáveis pelo jogo por parte do Flamengo. O fato gerou desgaste, já que o clube informou que este seria o formato das redes no estádio.

Foi alegado, então, que em uma jogada rápida com o goleiro mais próximo da linha do gol poderia haver um "enroscamento" do jogador de defesa na rede, que foi apelidada até de "teia de aranha" pela arbitragem durante a conversa.

O Flamengo não escondeu o descontentamento, fez as alterações - esticando um pouco mais as redes -, mas pretende tomar medidas para fazer valer a utilização do véu de noiva no estádio da Ilha. Caso não seja possível, o padrão tradicional adotado de um tempo para cá será a solução. Certamente, a discussão seguirá no próximo compromisso da Ilha do Urubu.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget