O mistério Flamengo.

Geuvânio está por chegar, há atributos de sobra para uma campanha melhor.

Foto: Divulgação
VIDA REAL: Por Maurício Saraiva

O presidente atual do Flamengo já demitiu Jayme de Almeida enquanto o treinador pegava uma praia de segunda-feira. Nunca teve muito pudor em trocar de comandante, talvez por isso esteja surpreendendo tanto a fala de Eduardo Bandeira de Mello bancando Zé Ricardo.

Não há dúvida de que, no momento, o Flamengo tem elenco demais para técnico de menos. Não que Zé Ricardo seja mau técnico; seu trabalho não está funcionando, simples assim. Como princípio, nunca me autorizo pedir cabeça de treinador.

Posso avaliar, devo, aliás, se o que faz é bom ou ruim. No momento, não é bom o trabalho do técnico flamenguista. Porém, admiro a convicção do presidente do Flamengo em ir ao microfone bancar que Zé Ricardo fica. Precisa, especialmente, convencer o próprio comandante de que o que é dito no microfone vale para o ambiente interno, sob pena de Zé Ricardo ficar ainda mais fragilizado.

Não falta material humano e não para de chegar gente. Rhodolfo vai melhorar bastante a zaga, Everton Ribeiro vai agregar qualidade do meio para a frente, Geuvânio está por chegar, há atributos de sobra para uma campanha melhor.

O time, porém, está distante entre os setores e marcando mal. Atrasou-se no Brasileirão, mas todos já vimos o Flamengo arrancar do meio do campeonato em diante e ser campeão. Seu último título brasileiro, em 2009, foi assim, começo vacilante e arrancada fulminante.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget