Santos reafirma ir até a Fifa para vetar Geuvânio no Flamengo.

O presidente santista, Modesto Roma, garante que o Peixe vai cumprir os caminhos jurídicos para o cumprimento do acordo com os chineses.

Geuvânio vestindo a camisa do Flamengo - Foto: Divulgação
GLOBO ESPORTE: O Santos não vai desistir tão facilmente de contratar Geuvânio, que tem acerto encaminhado e até já posou com a camisa do Flamengo. O clube paulista ainda apoia sua defesa neste caso em uma cláusula no contrato com o Tianjin Quanjian, da China, que daria ao Peixe exclusividade em caso de retorno do atacante ao Brasil por empréstimo.

O presidente santista, Modesto Roma, garante que o Peixe vai cumprir os caminhos jurídicos para o cumprimento do acordo com os chineses.

– Eu liguei para o (Eduardo) Bandeira (presidente do Flamengo), alertando da cláusula. Só isso. Ele ficou de estudar. O Santos vai defender os direitos do clube. Seja onde for. Fifa, CBF, Conmebol, China... O departamento jurídico vai decidir qual instância. A princípio, é Fifa.

O time chinês aceitou dividir o salário de Geuvânio com o Flamengo. Na Ásia, o jogador recebe cerca de R$ 1 milhão por mês. Nas tratativas entre o Rubro-Negro e o Tianjin, ficou definido que o atleta de 25 anos será liberado por empréstimo de 18 meses.

Entenda o caso:

Depois de se destacar no Santos, Geuvânio foi vendido para o clube chinês em janeiro de 2016 para um contrato de três anos. O Flamengo começou a demonstrar interesse em contar com o jogador, por empréstimo, em maio deste ano. Imediatamente, o Santos revelou uma cláusula no contrato com o Tianjin Quanjian que dá exclusividade ao Peixe caso Geuvânio queira voltar ao Brasil antes do fim do vínculo com os chineses.

É nesse dispostivo que Modesto Roma se apoia quando diz que vai brigar até o fim para melar o acordo com o time carioca. O Rubro-Negro, por sua vez, entende que a cláusula santista tem efeito prático nulo. Na visão dos flamenguistas, como Geuvânio não possui mais vínculo com o Peixe, os paulistas não poderiam impedir a inscrição e regularização do jogador. No máximo, poderia haver cobrança de multa do Santos sobre o atleta.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget