Zé Ricardo muda o Flamengo, mas time não evolui.

Thiago não foi responsável uma vez que Willians lançou Romulo, que saiu na cara do goleiro, depois de um rápido contra-ataque.

Lateral Renê durante Avaí x Flamengo - Foto: Frederico Tadeu
GOAL: Sob forte pressão, o Flamengo entrou em campo no último domingo (11) contra o Avaí pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro precisando vencer para não estourar de vez uma crise. E desta forma, Zé Ricardo testou alguns novos nomes na equipe, como Vinicius Jr, Leandro Damião e o goleiro Thiago - Muralha  foi sacado após algumas falhas e ser alvo da ira da torcida.

Porém, apesar das mudanças, que não foram ruins, a equipe voltou a jogar mal e ficou no empate em 1 a 1 na Ressacada. São seis jogos no Brasileirão e uma vitória. O grande problema foi no meio-campo que não criou, o que resultou em um jogo feio e outro tropeço.

"Os meninos foram bem. Thiago tem personalidade, vem treinando forte. Não tenho dúvida de que vai ser um dos melhores goleiros do futebol brasileiro. Foi bem, a avaliação é positiva. O Vinicius tem a confiança para jogar, mas a cobrança é proporcional à idade. Quanto mais jogar, mais tende a desenvolver, porque tem potencial. Hoje deu boa resposta. No segundo tempo ficou mais desgastado, e achamos por bem fazer as trocas.", afirmou o treinador logo após o apito final.

E Zé Ricardo tem razão nesse ponto. Vinicius assustou em um chute logo no primeiro minuto do segundo tempo, mas foi impossibilitado de se destacar mais, por conta da lentidão da equipe e a falta de criatividade. Sua atuação no geral foi apagada, mas a cobrança precisa ser proporcional no momento.

Já o lance do gol do Avai, Thiago não foi responsável uma vez que Willians lançou Romulo, que saiu na cara do goleiro, depois de um rápido contra-ataque.

Ao manter a estrutura do time e o esquema tático, o técnico insiste em uma situação que não vem dando certo. Até as substituições no decorrer do jogo não surtiram efeito. Felipe Vizeu, Ederson e Mancuello, este último um pouco melhor.

Agora, a equipe rubro-negra busca a recuperação na próxima quarta-feira (14), quando encara a Ponte Preta, na estreia da Arena da Ilha, com Zé Ricardo ainda mais pressionado, apesar do presidente Eduardo Bandeira de Mello garantir a sua permanência.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget