Beneficiado, Palmeiras não comentará declarações do Flamengo

O árbitro Jailson Macedo de Freitas deixou de marcar falta nos dois gols palmeirenses e não assinalou um pênalti de Mina em Guerrero.

Guerrero e Mina disputando a bola em Flamengo x Palmeiras - Foto: Divulgação
GLOBO ESPORTE: Ninguém no Palmeiras responderá às declarações do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, que se queixou da arbitragem no empate de 2 a 2 entre as duas equipes, no Rio de Janeiro, na última quarta-feira, e afirmou ver favorecimento ao adversário no Campeonato Brasileiro.

Na opinião do dirigente carioca, o árbitro Jailson Macedo de Freitas deixou de marcar falta nos dois gols palmeirenses e não assinalou um pênalti de Mina em Guerrero.

– É muito desagradável você perder pontos nessas circunstâncias de hoje. Dá vontade às vezes de desistir. Se isso é futebol, não tenho menor prazer em participar disso – disse o presidente flamenguista, em entrevista à Fox Sports.

Os dirigentes do Verdão avaliaram que a declaração do presidente do Flamengo foi dada em um momento de pressão e de nervosismo, logo após a partida, e por isso não deveria ser levada em consideração. Procurado, o clube disse que não vai se manifestar sobre o assunto.

Já o técnico Cuca entende que o Verdão foi prejudicado. Nove jogadores alviverdes levaram cartões amarelos, quatro deles estão suspensos para o duelo contra o Sport. Para o treinador, o árbitro exagerou.

Bandeira, por sua vez, ironizou a reclamação de Cuca.

– Eles estão reclamando de dois, três cartões amarelos... É para ter pena mesmo do Cuca, do Palmeiras. Está certo que o Palmeiras está sendo favorecido pelas arbitragens, mas não sabia também que eles tinham direito a imunidade de não ter cartões amarelos – disse Bandeira.

Na temporada passada, quando protagonizaram a disputa pelo título brasileiro (vencido no final pelo Palmeiras), os dois clubes fizeram questionamentos públicos sobre atuações de arbitragem nas partidas de cada um.

O empate da última quarta-feira, com quatro gols no primeiro tempo e um pênalti defendido por Jailson na etapa final, manteve os rivais separados por dois pontos - com o Flamengo à frente - na zona de classificação para a Libertadores.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget