Cara de pau: Vasco entra com recurso para jogar em São Sanitário

O departamento jurídico entrou com um requerimento ao presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho, para que cancele a interdição.

Foto: Guito Moreto / Agência O Globo
MARLUCI MARTINS: Uma nova partida começou para o Vasco: o clube corre contra o tempo para tentar reverter a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva de interditar São Januário devido aos incidentes do último sábado na derrota por 1 a 0 para o Flamengo. O departamento jurídico do Vasco entrou com um requerimento ao presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho, para que cancele a interdição ou que ao menos conceda ao clube o direito de o time disputar seus jogos no estádio, com os portões fechados, até o julgamento do processo.

Como acreditam que a questão somente irá a julgamento na próxima semana, quando o Vasco poderá perder até 25 mandos de campo, os advogados tentam manter em São Januário o confronto do próximo domingo com o Santos. O requerimento foi feito pelo advogado Daniel Reis, filho do ex-vice jurídico do clube, Paulo Reis, que, mesmo afastado, está ajudando na defesa.

- O Vasco vai a julgamento e pode até ser absolvido. A decisão pode ser diferente. Nesse caso, mesmo absolvido, já se teria pagado uma pena que não lhe pertenceria - destaca Paulo Reis.

O presidente em exercício do STJD, Paulo César Salomão Filho, confirmou ao Blog Extracamo ter recebido o requerimento do Vasco. Ele não descarta aceitar o pedido do Vasco, mas ainda não analisou a questão.

- Tenho que ver se há embasamento. Não consegui ainda olhar... - afirmou, prometendo uma resposata nesta terça-feira ou no máximo na quarta.

A solicitação pelo jogo com portões fechados tem como base o despacho da Confederação Brasileira de Futebol, que na segunda-feira proibiu a realização de partidas com torcida em São Januário.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget