Diego, do Flamengo, lamenta confusão em São Januário.

Houve confronto entre vândalos e PMS, uma série de bombas e explosões na arquibancada e também no campo.

Diego durante Vasco x Flamengo em São Januário - Foto: Gilvan de Souza
LANCE: Num dia lamentável para o futebol e para o Brasil, muitas brigas e confusões foram registradas em São Januário após o clássico entre Vasco e Flamengo. Já durante o jogo, muitas brigas foram vistas na torcida cruz-maltina. Após a partida, porém, o cenário foi de selvageria e guerra. Um grupo de torcedores incitou a violência e começou tacando garrafas, latas e lixo no gramado. A Polícia Militar tentou conter a confusão com spray de pimenta, mas o clima piorou. Houve confronto entre vândalos e PMS, uma série de bombas e explosões na arquibancada e também no campo.

- Não dá para falar com o pessoal atirando objetos - disse o ponta do Vasco, Yago Pikachu, ao ser entrevistado.

Assustados, os jogadores e comissão técnica do Flamengo tiveram de esperar por alguns minutos no gramado antes da confusão ter fim. A coletiva de imprensa do técnico Zé Ricardo foi cancelada por falta de segurança. Os jornalistas também ficaram acuados nos camarotes. Alguns correram para um banheiro com ajuda de um segurança do Vasco. Houve relatos de tentativas de invasões em alguns locais. 

– Temos de saber que a vida vai muito além do futebol. Não é porque um torcedor torce por um clube diferente que isso deve gerar ódio - afirmou Diego, à Rádio Tupi.


Mas o meia não criticou a escolha da diretoria do Vasco em escolher São Januário como palco do jogo.

- O Vasco tem todo direito de mandar os jogos em São Januário. Claro que não com o intuito de gerar brigas, mas sim de se sentir em casa. Viemos aqui, jogamos limpo e vencemos, afirmou.

O Flamengo volta a campo nesta quinta-feira, quando terá confronto direto contra o Grêmio, na Ilha do Urubu. Para esta partida, o técnico Zé Ricardo terá que ver a situação de seus jogadores para definir a escalação, pois perdeu Réver ainda antes do jogo, além de Léo Duarte, Rhodolfo e Guerrero, que saíram machucados.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget