Flamengo demonstra interesse em Lucas Mariano

Ele guarda a indefinicação do time candango, que por problemas financeiros ainda não sabe se participará da edição 10 do torneio.

Foto: Brito Júnior / UniCeub
GLOBO ESPORTE: Melhor pivô do último Novo Basquete Brasil, Lucas Mariano ainda não sabe onde irá jogar na próxima temporada. Com mais um ano de contrato com o Brasília, o jogador é cobiçado por Flamengo e Vasco, e aguarda a indefinicação do time candango, que por problemas financeiros ainda não sabe se participará da edição 10 do torneio. De mãos atadas, o francano quer resolver sua situação o mais rápido possível, já que de férias vê os elencos mais fortes do país se fecharem enquanto seus próximos passam continuam estagnados.

- Não tenho como dizer muita coisa. Estou esperando a situação do Brasília, que ainda não definiu se terá time na próxima temporada. Só a partir daí posso fazer alguma coisa. Tenho mais um ano de contrato e não conversei sobre liberação também. Realmente Flamengo e Vasco e me procuraram, são dois times grandes, mas falei com ambos que não tenho muito o que fazer antes dessa resolução - disse Lucas ao GloboEsporte.com.

Mariano foi eleito o melhor jogador da posição 5, estando no time ideal do último NBB. Como tem mais um ano de contrato, ele precisaria da liberação do Brasília para assinar com outra equipe.

- Gostaria de resolver isso essa semana. Você vê todos os times fechando os seus elencos, montando times fortes, então o mercado vai ficando pequeno. Espero ter uma solução o mais rápido. Seria ruim para todos de Brasília continuar com um time que não fosse brigar por títulos - contou o jogador.

O presidente do Instituto Viver Esporte (IVE), que administra a equipe do Brasília, Homero Oliveira Neto, afirmou que ainda não recebeu consulta de nenhum clube sobre interesse no pivô. Porém, foi procurado pelo agente de Mariano, que sondou sobre a possiblidade de liberação do contrato. O que não está nos planos do time candango.

- Nem Vasco e nem Flamengo entraram em contato comigo. Apenas o agente do Lucas, que não falou quais seriam os times interessados. Eu até achava que tinha algum time de São Paulo também. Ele está sob contrato e não temos ideia de liberar. Temos cinco jogadores com vínculo para a próxima temporada e não temos como abrir mão deles, que são a base do time - afirmou Homero.

Segundo o dirigente, as atenções da diretoria no momento estão todas concentradas na busca por novos investidores, para garantir a presença do Brasília na próxima temporada do NBB, e não no interesse de outros times pelos jogadores que ainda estão sob contrato com o clube do DF.

- Existem as multas rescisórias, mas não estamos preocupados com isso agora. A gente está preocupado em consolidar os patrocínios. Meu ponto agora é na captação de patrocinadores - concluiu - o dirigente.

A situação do Brasília segue nebulosa. Após a saída do principal patrocinador, o time tenta encontrar novos parceiros para seguir com as portas abertas. O principal entrave na busca por investidores são as dívidas do clube, que ainda tem pendente com alguns atletas o pagamento de direitos de imagem referentes a cinco meses da temporada 2015/16, premiação pelo título da Liga Sul-Americana de 2015 e um meses de direitos de imagem da temporada 2016/17.

Nesta terça-feira, o Brasília apresentará sua inscrição para o NBB 10, na assembleia geral da Liga Nacional de Basquete (LNB), que será realizada em São Paulo. Porém, para efetivamente ser aceita, a equipe terá que apresentar garantias financeiras (no mínimo um contrato de patrocínio no valor de aproximadamente R$ 1,4 milhão) e um documento assinado pelos atletas com salários atrasados comprovando que houve uma negociação destes débitos.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget