Mauro ironiza jornalistas que questionam finanças do Flamengo

É um velho embate que arrasta bairrismo, desinformação e incredulidade diante de uma administração correta.

Meia Diego Ribas, do Flamengo, rindo - Foto: Gilvan de Souza
MAURO CEZAR PEREIRA: Ainda vemos jornalistas perguntando sobre como o Flamengo tem dinheiro para todos esses jogadores que chegam. É um velho embate que arrasta bairrismo, desinformação e incredulidade diante de uma administração correta. Como se isso fosse impossível no futebol. Parecia impossível, não é, como estamos vendo. Desconfianças são até pertinentes, pelo passado do Flamengo e pelo presente de tantos clubes mal administrados.

Como jornalista sou (e devo ser mesmo) muito crítico quanto ao desempenho esportivo quando se eleva drasticamente o investimento no elenco de futebol. Da mesma forma que questiono todos os demais. Mas na parte administrativa aplaudo a reconstrução do CRF, algo que poderá ficar na história e deveria ser seguido pelos demais, mesmo que isso custe alguns anos difíceis dentro de campo. Até porque não existe na imprensa quem cobre mais dos clubes a gestão responsável, sem gastar mais do que arrecada, deixando a loucura do tudo ou nada econômico pelos (possíveis) títulos.

Para quem ainda está curioso quanto ao “milagre” econômico rubro-negro recomendo a entrevista que o pessoal da Urubucam fez com o vice-presidente de Finanças, Cláudio Pracownick.




Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget