Pedrinho e Vinicius Jr se encontram em Corinthians x Flamengo

Os dois vivem trajetórias semelhantes: talentosos desde cedo, destaques na Copinha, alçados ao time principal.

Pedrinho e Vinicius Júnior, de Flamengo e Corinthians - Arte: Globo Esporte
GLOBO ESPORTE: Principais joias dos dois clubes mais populares do Brasil, Pedrinho e Vinicius Junior viraram xodós instantâneos de suas torcidas desde que foram promovidos por Corinthians e Flamengo. Rivais neste domingo, às 16h (horário de Brasília), em Itaquera, os meninos serão opções no banco de reservas e adversários apenas em campo. Fora dele, existe amizade.

Pedrinho tem 19 anos e parece até experiente perto de Vinicius, com 17. Eles foram os melhores jogadores da Copa São Paulo, em janeiro – enfrentaram-se nas quartas de final, quando o Timão eliminou o Fla.

Desde então, ambos se tornaram parceiros. Quando Pedrinho fez seu primeiro gol pelo Timão, quarta-feira, contra o Patriotas, pela Copa Sul-Americana, recebeu até os parabéns do amigo.

– Trocamos ideias de vez em quando, converso com ele por redes sociais mesmo, mandamos mensagens, agora ele comentou minha foto e deu parabéns pelo gol. Como está torcendo por mim, pode ter certeza de que vou torcer muito pelo sucesso dele também. Falei para ele ter fé, acreditar, que o gol dele já vai sair também – contou Pedrinho.

Os dois vivem trajetórias semelhantes: talentosos desde cedo, destaques na Copinha, alçados ao time principal e lançados com cuidado pelos técnicos Fábio Carille e Zé Ricardo. Observados desde cedo por grandes clubes da Europa, as joias podem render cifras milionárias a seus clubes.

Veja abaixo as semelhanças e diferenças entre as joias:

HISTÓRIA NO CLUBE

- Pedrinho: natural de Maceió, saiu de casa aos 13 anos, rodou por outros clubes e passou em teste no Corinthians aos 15 anos, em 2013. Apesar de franzino, destacou-se rapidamente e virou referência no sub-20 mesmo diante de jogadores mais velhos.

- Vinicius Jr: natural de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, chegou ao Flamengo em 2010 e foi destaque desde a equipe sub-13 até sua ascensão ao profissional, nesta temporada.

SITUAÇÃO ATUAL

- Pedrinho: estreou contra a Ferroviária, em março, e passou a ser relacionado para quase todos os jogos desde então. Entrou em 14 partidas e fez seu primeiro gol como profissional na quarta-feira passada, contra o Patriotas. Contra o Botafogo, pelo Brasileirão, no início de julho, entrou nos minutos finais e fez toda a jogada que originou o gol de Jô.

- Vinicius Jr: desde quando foi chamado pelo técnico Zé Ricardo, disputou 12 jogos (três como titular) e ainda não marcou, apesar de ter dado assistências. Depois das primeiras oportunidades, o garoto ficou pouco mais de duas semanas sem ser relacionado, mas voltou e sofreu um pênalti na vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, no último fim de semana.

CARACTERÍSTICAS DE JOGO

- Pedrinho: é mais um meia do que um atacante e se sente à vontade na faixa central do campo. Ainda em fase de ganho de massa muscular, tem sido escalado preferencialmente pelo lado direito, onde tem menor contato físico com os adversários.

- Vinicius Jr: mais ofensivo do que Pedrinho, costuma atuar pelo lado esquerdo do ataque. Abusa dos dribles e lances bonitos, porém objetivos.

QUANTO VALE?

- Pedrinho: observado por clubes europeus desde o ano passado, está no radar de Barcelona e Chelsea, por exemplo. O Corinthians se protegeu ao renovar o contrato do garoto, agora válido até o fim de 2020. Com 70% dos direitos econômicos de Pedrinho, o Timão tem multa rescisória para o exterior estipulada em 50 milhões de euros (R$ 183 milhões).

- Vinicius Jr: já é a maior venda da história do Flamengo. Antes mesmo da primeira partida no time de Zé Ricardo, havia sido vendido por 45 milhões de euros (R$ 164 milhões) ao Real Madrid. Vinicius Junior segue no Flamengo até julho de 2019, mas a ida ao Real pode ser antecipada se houver acordo entre os clubes. No mínimo, ele permanece no Brasil até julho de 2018.

EXPERIÊNCIA NA SELEÇÃO

- Pedrinho: apesar do destaque recente no Timão, não teve passagens pelas seleções brasileiras menores. Ainda tem mais um ano de sub-20.

- Vinicius Jr: destaque em todas as equipes de base pelas quais passou, também chamou atenção nas seleções. No início de 2017, foi artilheiro do Sul-Americano sub-17, com sete gols.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget