Família de Vinicius Jr cobra medidas cabíveis contra racismo

A família do atacante Vinicius Jr, do Flamengo, que foi vítima de racismo por parte de um torcedor do Botafogo no jogo desta quarta-feira.

Torcedor do Botafogo fazendo gesto racista à família de Vinicius Júnior, do Flamengo - Foto: Reprodução
LANCE: A família do atacante Vinícius Júnior se manifestou após sofrer ofensas racistas de um torcedor do Botafogo no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. O episódio ocorreu em um dos camarotes do Estádio Nilton Santos, onde familiares do jogador assistiam a partida. Em nota, a família lamenta o fato e disse esperar que o responsável seja punido.

Confira a nota na íntegra:

A família do atacante Vinicius Jr, do Flamengo, que foi vítima de racismo por parte de um torcedor do Botafogo no jogo desta quarta-feira (16/08), pela semifinal da Copa do Brasil, lamenta profundamente o episódio e repudia qualquer ato neste sentido contra qualquer cidadão. E espera que medidas sérias e cabíveis sejam tomadas pelos órgãos responsáveis para que cenas lamentáveis como esta não voltem a se repetir.

O acusado foi conduzido à delegacia do estádio, que fica no mesmo setor do Juizado Especial Criminal. Ele passou a madrugada quase toda aguardando para prestar depoimento e a conclusão do registro da ocorrência. Por volta das 4h30, o homem foi conduzido à Cidade da Polícia.

- Vi as imagens, pois estava no outro camarote. Aparentemente foi isso aí. A Justiça agora vai avaliar - disse o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, referindo-se ao vídeo da suposta injúria racial.

O Botafogo está acompanhando o caso de perto. Apesar da injúria racial, o clube não tem preocupação em ser eventualmente punido no STJD por causa do fato. O Glorioso entende que o artigo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva que prevê a sanção por injúria racial só responsabiliza o clube caso um número considerável de torcedores a pratique. O que não é o caso.

O Flamengo, através de suas redes sociais, repudiou o episódio e manifestou apoio à família do garoto. A família do atacante Vinícius Júnior se manifestou após sofrer ofensas racistas de um torcedor do Botafogo no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. O episódio ocorreu em um dos camarotes do Estádio Nilton Santos, onde familiares do jogador assistiam a partida. Em nota, a família lamenta o fato e disse esperar que o responsável seja punido.

Confira a nota na íntegra:

A família do atacante Vinicius Jr, do Flamengo, que foi vítima de racismo por parte de um torcedor do Botafogo no jogo desta quarta-feira (16/08), pela semifinal da Copa do Brasil, lamenta profundamente o episódio e repudia qualquer ato neste sentido contra qualquer cidadão. E espera que medidas sérias e cabíveis sejam tomadas pelos órgãos responsáveis para que cenas lamentáveis como esta não voltem a se repetir.

O acusado foi conduzido à delegacia do estádio, que fica no mesmo setor do Juizado Especial Criminal. Ele passou a madrugada quase toda aguardando para prestar depoimento e a conclusão do registro da ocorrência. Por volta das 4h30, o homem foi conduzido à Cidade da Polícia.

- Vi as imagens, pois estava no outro camarote. Aparentemente foi isso aí. A Justiça agora vai avaliar - disse o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, referindo-se ao vídeo da suposta injúria racial.

O Botafogo está acompanhando o caso de perto. Apesar da injúria racial, o clube não tem preocupação em ser eventualmente punido no STJD por causa do fato. O Glorioso entende que o artigo do Código Brasileiro de Justiça Desportiva que prevê a sanção por injúria racial só responsabiliza o clube caso um número considerável de torcedores a pratique. O que não é o caso.

O Flamengo, através de suas redes sociais, repudiou o episódio e manifestou apoio à família do garoto.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget