Flamengo arcará com R$ 100 mil do salário de Paulinho no Guarani

Paulinho continuará ganhando R$ 135 mil, com o Guarani se responsabilizando pelo pagamento de R$ 35 mil e o restante fica por conta do Flamengo.

Paulinho, ex-Flamengo - Foto: Buda Mendes/Getty Images
BLOG DO ARI: Que angu de caroço tem sido essa transferência do atacante Paulinho para o Guarani. Um ‘espetáculo’ a parte de informações desencontradas, porém uma certeza: o atleta vai integrar o elenco bugrino na sequência do Campeonato Brasileiro da Série B.

Um dirigente do Vitória - clube em que Paulinho estava vinculado - deu entrevista à Rádio Bandeirantes-Campinas afirmando categoricamente que o atleta precisa viajar a Salvador para se desligar oficialmente do clube.

Aí, quando se esperava entrevista esclarecedora do presidente do Guarani, Palmeron Mendes Filho, sobre o assunto, ele cita que a rescisão de contrato do atleta foi assinada, e que o Vitória arcaria com 70% do salário do pagamento mensal.

Ouço outras versões ali, leio mais algumas acolá, e constato que a ‘conta não fecha’.

Ora, a troco de que o Vitória quer rescindir contrato com o jogador e ainda continuar pagando parte dos salários?

- Alô Élcio.

É a ligação ao meu editor Élcio Paiola, diretor responsável pelo portal Futebol Interior.

- Explique direito essa encrenca de negociação do Paulinho. Eu e quase toda coletividade bugrina não estamos entendendo esse imbróglio.

R$ 135 MIL

Pacientemente Élcio explicou que Paulinho continuará ganhando R$ 135 mil mensais, com o Guarani se responsabilizando pelo pagamento de R$ 35 mil e o restante fica por conta do Flamengo.

Seguinte: ao repassar o atleta por empréstimo ao Vitória, o Flamengo havia assumido parte do pagamento do salário, segundo foi informado.

No caso em questão, o Vitória quer se librar da incumbência de salário do atleta, e por isso exige formalmente a rescisão.

Segundo Élcio Paiola, direitos econômicos e federativos do atleta pertencem ao Flamengo, que teria concordado em continuar bancando o mesmo valor que já pagava quando o atleta estava no Vitória, de R$ 100 mil mensais.

Diante do exposto, o certo é que o atleta já poderá ser escalado no jogo do Guarani contra o Vila Nova em Campinas, após o confronto deste sábado diante do Figueirense.

Ufa! Espero que finalmente estejamos devidamente informados.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget