Flamengo coleciona decepção com jogadores na temporada

No entanto, a realidade, oito meses depois o início da temporada, está muito aquém do que se sonhou e projetou entre os rubro-negros.

Conca e Éverton Ribeiro no Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
GLOBO ESPORTE: Domingo, 6 de agosto de 2017: Flamengo eliminado da Libertadores e a 18 pontos do Corinthians, líder do Brasileirão. Zé Ricardo é demitido.

Os dois principais objetivos do Rubro-Negro na temporada não foram alcançados. Desde o começo do ano, a expectativa criada na torcida era alta, com a chegada de reforços, estrutura, finanças em dia. No entanto, a realidade, oito meses depois o início da temporada, está muito aquém do que se sonhou e projetou entre os rubro-negros.

EXPECTATIVA X REALIDADE RUBRO-NEGRA

CONCA

Expectativa: #sófaltaomickey. Com pompas de principal reforço no começo do ano , Darío Conca chegou ainda em janeiro. Sonhava-se com uma possível dupla com Diego e que o argentino seria um trunfo do Flamengo para o segundo semestre, quando teria condições de jogo.

Realidade: Conca entrou em dois jogos pelo Flamengo, diante de Fluminense e Ponte Preta. Soma 15 minutos em campo. São quase dois meses sem atuar e, na maioria dos casos, sequer é relacionado. O vídeo abaixo (antigo, diga-se) viralizou e ficou como símbolo da falta de condição do argentino.

DIEGO

Expectativa: terminou o ano passado como o ''Homão'' da torcida. Fez por merecer, lógico, se adaptando rápido e sendo peça chave para o sucesso do time. O time sentiu sua ausência após a lesão sofrida na Libertadores.

Realidade: caiu de rendimento. Antes o jogador mais regular do time, Diego vem tendo uma sequência com falhas marcantes, como o pênalti desperdiçado contra o Palmeiras e o gol perdido no segundo tempo contra o Corinthians. Ouviu vaias de parte da torcida na derrota por 2 a 0 para o Vitória.

ILHA DO URUBU

Expectativa: Depois de muita espera para a inauguração, o início foi animador: quatro vitórias (Ponte Preta, Chapecoense, Santos e São Paulo). A ideia, antes mesmo da abertura, era transformar o local em um caldeirão rubro-negro.

Realidade: Ilha de Pressão: o Rubro-Negro sofreu duas derrotas na Ilha e o local vem sendo palco de protestos das arquibancadas, que pediram a saída do técnico Zé Ricardo - confirmada na noite de domingo. O presidente Eduardo Bandeira de Mello também enfrenta problemas para deixar seu camarote na Ilha em dias de jogos, já que torcedores protestam na entrada do local.

ZÉ RICARDO

Expectativa: O trabalho do técnico em 2016 foi surpreendente. Ele substituiu Muricy e levou o time a uma arrancada no segundo turno. Com os reforços de 2017, esperava-se ainda mais.

Realidade: Não conseguiu encaixar o time nesta temporada. Mesmo mudando esquema ou até criando oportunidades, os resultados não apareceram. Foi demitido na noite de domingo.

RÔMULO PARA A VAGA DE VOLANTE

Expectativa: O jogador chegou ao clube no começo da temporada. A ideia era de que ele entrasse na vaga do já questionado Márcio Araújo.

Realidade: Ele até começou o ano como titular, mas viu o camisa 8 recuperar a vaga ainda no começo do ano. Rômulo tem tido poucas oportunidades recentemente .

REFORÇO PARA A LIBERTADORES?

Expectativa: Everton Ribeiro chegou ao Flamengo em junho, mas já estava conversando com o clube desde março. A ideia era contar com o reforço de peso na segunda fase da Libertadores, bem como na briga do Brasileirão.


Realidade: Éverton Ribeiro chegou ao Flamengo com o time já eliminado na primeira fase da Libertadores. Como a briga pelo Brasileirão ficou mais difícil e ele não está inscrito na Copa do Brasil, resta, por ora, a Sul-Americana e a desprestigiada Primeira Liga.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget