Matheus Trindade segue dica de Zico em retorno ao Flamengo

Enquanto os dois amigos subiram para o profissional no ano passado, o garoto foi emprestado.

Matheus Trindade, jogador do Flamengo
FOX SPORTS: Peça-chave do time do Flamengo campeão da Copinha em 2016, Matheus Trindade formava uma trinca muito forte no meio-campo ao lado de Ronaldo e Lucas Paquetá, que encantou muitos torcedores. Enquanto os dois amigos subiram para o profissional no ano passado, o garoto foi emprestado. Goa, na Índia, Ceará e por último Audax, clube que defende até o momento. Mas as raízes rubro-negras seguem vivas na sua mente.

Integrante de uma das gerações mais vitoriosas da base rubro-negra, que contava com o lateral-esquerdo Jorge, atualmente no Monaco, além dos garotos Thiago, Léo Duarte, Ronaldo, Matheus Sávio, Paquetá e Vizeu, todos promovidos aos profissionais do clube, ele acabou sem ser aproveitado. Mas longe de ter alguma mágoa da diretoria ou comissão técnica. Trindade explicou o projeto que falaram para ele:

"O Flamengo investiu muito. Foram muitas contratações para 2017, aí perdi um pouco espaço. Me emprestaram para eu rodar, pegar bagagem. O plano é voltar lá na frente, mas o futuro a Deus pertence. Não sei o que vai acontecer", ressaltou o garoto de 21 anos, que ouviu conselhos de Zico na Índia sobre ter calma nesse processo de subida da base para o profissional.

"Ele conversava bastante comigo e com Rafael Dumas, que era da base do Flamengo e foi emprestado para o Goa. Mandava a gente ter calma, trabalhar, que a oportunidade iria chegar. Acreditava muito na gente, em mim. É um cara que entende, domina o Flamengo. Sabe tudo que vai acontecer. Foi uma honra trabalhar com o Zico, nosso ídolo. Privilégio", afirmou.

Em entrevista ao FOXSports.com.br, o volante abriu o jogo. Explicou o motivo de não ter sido aproveitado no profissional em 2016, mesmo tendo Zé Ricardo, seu técnico na base, no comando da equipe, os empréstimos feitos em pouco tempo e, claro, sobre o seu maior desejo na carreira:

"O carinho pelo Flamengo é enorme. É um clube que me abriu as portas na base. Tenho uma história dentro do clube e sonho em voltar. Se Deus quiser, essa oportunidade vai surgir. Toda a minha família, flamenguista de coração, deseja isso. Espero que dê certo esse meu sonho de jogar no profissional", afirmou o garoto, que atualmente defende o Audax, mas tem contrato com o time da Gávea até 2018.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget