Mera ilusão! Santos sonha em tirar Diego do Flamengo

A ideia seria separar um pouco do dinheiro que receberá da transferência de Neymar para indenizar o Flamengo.

Diego, do Flamengo, rindo - Foto: Gilvan de Souza
UOL: O Santos acredita que pode receber cerca de R$ 50 milhões com a transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain (FRA), somando o mecanismo de solidariedade da Fifa, criado para os clubes formadores, e a multa por não realização do amistoso contra o Barcelona. O UOL Esporte apurou que a diretoria santista já faz diversos planos para investir o dinheiro, entre eles, reforçar o time com os retornos de Diego e Robinho para 2018.

A volta da dupla campeã brasileira em 2002 e 2004 ainda está no campo do planejamento. Porém, apesar de não existir negociações, a diretoria santista já tem até um favorito caso tenha que investir em apenas um deles. Trata-se do meia Diego, que tem contrato com o Flamengo até julho de 2019.

A ideia seria separar um pouco do dinheiro que receberá da transferência de Neymar para indenizar o Flamengo em relação aos direitos federativos do atleta, além de pagar salários e luvas para o jogador.

O presidente Modesto Roma não vê problemas em relação ao ordenado de Diego. O ex-camisa 10 do Santos recebe R$ 650 mil por mês no clube carioca, o mesmo valor que o clube paulista ofereceu para que o meia Lucas Lima renove contrato por quatro temporadas. Até o momento o santista não respondeu a diretoria.

Diego, aliás, é visto como o principal nome para substituir Lucas Lima, caso o meia não aceite a renovação e deixe o clube paulista no fim desta temporada. Se Lucas Lima renovar, a diretoria irá reavaliar o possível investimento em Diego.

No último domingo, na derrota para o Vitória, Diego foi vaiado por parte dos torcedores do Flamengo na Ilha do Urubu, enquanto outra parte da torcida o aplaudiu. No entanto, o meia está feliz no Rio de Janeiro, comprou casa, a família está adaptada, e ele se diz apaixonado pelo Flamengo.

A diretoria santista está atenta sobre o momento do jogador e, inclusive, ficou mais empolgada com a boa recepção da torcida a Diego nas duas últimas semanas, quando o meia enfrentou o Santos na Vila Belmiro e Pacaembu. Diferente de Robinho, que recusou proposta do clube paulista em 2015 para acertar com o Atlético-MG, Diego não foi vaiado pelos torcedores santistas.

Como sempre, Santos "paquera" Robinho

Robinho também está na pauta, mas empolga menos que Diego. O presidente Modesto Roma se reúne bastante com a advogada Marisa Alija Ramos para tratar da dívida do clube com o jogador e também sobre atletas das categorias de base do Santos. É inevitável que os dois conversem sobre Robinho, mas nenhuma negociação foi aberta. O mandatário santista nunca escondeu o desejo de ver Robinho encerrar a carreira no clube, mas ele teme a rejeição da torcida. O ex-camisa 7 foi vaiado pela torcida santista nos confrontos entre Santos e Atlético-MG nos últimos anos – tanto na Vila Belmiro, como no Horto, em Belo Horizonte.

Além disso, há dirigentes que não são favoráveis ao retorno de Robinho por conta da saída dele em 2015. No entanto, se Robinho aceitar reduzir o seu ordenado e se encaixar no teto salarial do clube, Modesto Roma vê com bons olhos o retorno do atacante. Vale ressaltar que, no caso de Robinho, o Santos pagará somente o ordenado e luvas, pois o jogador termina seu contrato com o clube mineiro em dezembro deste ano.


Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget