Para Arnaldo, Daronco exagerou ao expulsar Muralha e Carli

“O Daronco acabou com o jogo. Estragou o jogo, infelizmente”, desabafou o comentarista Junior, inconformado com as expulsões.

Alex Muralha expulso em Botafogo x Flamengo - Foto: Reprodução
UOL ESPORTE VÊ TV: Para Arnaldo Cezar Coelho, analista de arbitragem da transmissão da Rede Globo desta quarta-feira (16) de Botafogo e Flamengo, partida de ida pelas semifinais da Copa do Brasil, o árbitro Anderson Daronco exagerou nas expulsões de Joel Carli, zagueiro botafoguense, e do goleiro rubro-negro Muralha.

“Exagerou. Normal o goleiro nessa defesa levantar a perna e normal o atacante ir no goleiro, ainda mais que era uma bola perigosa. Exagerou”, avaliou Arnaldo, que defendeu ainda a marcação de falta em Juan, antes do choque entre os dois atletas expulsos.

“O Daronco acabou com o jogo. Estragou o jogo, infelizmente”, desabafou o comentarista Junior, inconformado com as expulsões.

“Ele exagerou, como disse o Arnaldo, e com isso ele exterminou dez minutos do jogo”, fez coro o narrador Luis Roberto.

Embora de opinião que houve exagero nas expulsões, o analista de arbitragem da Globo não considerou que a decisão de Daronco arruinou a partida. 

“Ele não chegou a estragar o jogo, ele respeitou demais o jogo e apitava todas as faltas que pudessem redundar em gol polêmico e essa expulsão foi um exagero. Se ele não dá nada, segue o jogo e não aconteceria nada, mas não”, comentou.

Após as expulsões, nenhum lance muito perigoso aconteceu na partida do estádio Nilton Santos (Engenhão), que terminou empatada sem gols. O jogo de volta ocorre no próximo meio de semana, no Maracanã, com mando do Flamengo.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget