Para Muricy, maior desafio de Rueda é arrumar ataque do Flamengo

A expectativa de Muricy pelo trabalho de Rueda não é só o de ver Flamengo mais equilibrado na defesa sem perder muito do ímpeto na parte ofensiva.

Foto: Reprodução
SPORTV: Mal chegou, Reinaldo Rueda já comandou o Flamengo numa semifinal de Copa do Brasil. A estreia, no primeiro confronto de mata-mata contra o Botafogo, no estádio Nilton Santos, terminou 0 a 0. E quem já comandou do banco de reservas constatou pequena mudança. Para o comentarista Muricy Ramalho, do SporTV, o treinador colombiano deu uma arrumada na defesa rubro-negra. Nada também do outro mundo, já que Muricy considera muito mais fácil para um treinador que acaba de dirigir pela primeira vez uma equipe começar a mexer no sistema defensivo. O desafio, segundo o ex-treinador, é Rueda melhorar o Flamengo ofensivamente. E considera que a exigente torcida rubro-negra será paciente com os resultados - neste sábado, a equipe encara na Ilha do Urubu o Atlético-GO, pela 21ª rodada do Brasileirão.

- Também acho que vai ter paciência porque está vendo que o resultado não está sendo legal. Eles estão vendo que joga muito aberto, tem essas coisas. Agora,ele vai ter que ter o pensamento de ajustar do meio para a frente. Com o Zé, do meio para a frente estava melhor, mas para trás não estava legal. Jogava muito exposto. Ele já arrumou um pouco lá atrás. Só que ficou o cobertor curto. Na frente, muito pouca oportunidade, e o Flamengo é forte, com dois caras abertos, joga com o Diego na frente, centroavante... Joga com os dois volantes encostando na linha do Diego. Aí vai ser o trabalho do treinador. Porque o trabalho para defender, é mais fácil. "Moçada, vamos armar aqui, deixa a bola com o adversário..." Como o Botafogo faz. Agora, para criar, o Botafogo com o tempo foi criando.

A grande expectativa de Muricy pelo trabalho de Rueda  não é só o de ver Flamengo mais equilibrado na defesa sem perder muito do ímpeto na parte ofensiva.

- Agora, ele pode implantar, que eu vou gostar de ver, que eu acho que ele vai fazer no Flamengo, porque tem jogador, é fazer o Flamengo jogar bonito.

Apesar dos elogios a Rueda, o ex-treinador e atual comentarista faz um alerta: não considera o comandante colombiano um técnico extraclasse, que esteja à frente dos grandes treinadores brasileiros.

- Conhecimento ele tem. Eu não conheço o trabalho dele. Conheço, assim, no Nacional só. Vi o Nacional jogar bonito, apesar de que com o outro treinador o Nacional também jogava bonito, é um estilo de jogo colombiano., toque de bola, não é muito do treinador, é do futebol colombiano. Então, o que a gente espera é isso. Agora, vou falar uma coisa. Não é assim... um supertécnico. Não vamos pensar que é superdiferente de todos nós porque não é. Estamos subestimando muito nossos treinadores, que trabalham bem também. Sei porque converso, andei muito por aí, não é toda essa diferença não. Os técnicos são muito parecidos. Tem aqueles muitos diferentes, igual no futebol: Zico, Pelé, esses caras. Então tem Guardiola... Tem um cara de exceção. os demais não são muito diferentes não. Todo mundo estuda. Aqui estamos com a ideia do 7 a 1, que aqui não serve nada e os de fora... Não é bem assim.

O fato de Rueda ter melhorado de cara a defesa rubro-negra não pode ser considerado, segundo Muricy, uma vantagem substancial.

- A coisa que o treinador pode fazer de cara é arrumar a defesa. Porque é muito mais fácil para um técnico fazer sem a bola. Tanto é que o Flamengo teve muita dificuldade com a bola. O Flamengo criava muito com o Zé. Criava oportunidades, mas tomava gols. Nesse jogo agora, marcou bem, mas criou pouco. É muito mais fácil você armar o time defensivamente.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget