Rueda tem a missão de fazer o Flamengo reagir no Brasileiro

Depois de quatro jogos sem vitória, o time caiu da terceira para a sétima oposição e precisa se recuperar para voltar ao grupo que vai a Libertadores.

Rueda falando com jogadores do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
EXTRA GLOBO: Ao chegar no Flamengo e cobrar reação, Reinaldo Rueda fazia referência ao Brasileiro, competição na qual estreia hoje, 19h, contra o Atlético-GO, na Ilha do Urubu. Será a p primeira partida do novo treinador no estádio e no torneio, e o comandante também inicia a missão mais complicada. Depois de quatro jogos sem vitória, o time caiu da terceira para a sétima oposição e precisa se recuperar para voltar ao grupo que vai a Libertadores.

O foco, no entanto, ainda é o segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil diante do Botafogo, na quarta-feira. Hoje, o time não terá, além de Berrío e Guerrero, machucados, os atacantes Felipe Vizeu e Éverton, poupados com dores musculares. Trauco está suspenso. O técnico fez ontem o primeiro treino com todos os titulares disponíveis em campo.

O desafio de Rueda, além da tentativa de arrancada em direção aos líderes, é lidar com a forma de jogo que o Flamengo apresentou até agora na competição. Em vários momentos, o time de Zé Ricardo teve atuações envolventes, mas não foi incisivo e não venceu nenhum dos confrontos diretos da parte de cima da tabela. Hoje contra o lanterna do campeonato será a oportunidade de reagir.

O técnico acompanhou a última exibição da equipe diante do Atlético-MG, com derrota por 2 a 0 e atuação desastrosa. A resposta veio rápido no clássico com o Botafogo, com maior segurança defensiva. Diante do frágil adversário, a cobrança será por gols. E sem vários atacantes. Segundo o lateral Renê, mantido na equipe, o Flamengo deve tomar cuidado para não menosprezar o adversário.

— Na teoria, para muitos é jogo fácil, mas assisti a dois jogos deles. Devem vir fechados, e temos que nos preparar para não acontecer o que aconteceu com o Vitória — alertou.

Paquetá e Vinícius são as opções a Vizeu e Éverton

Na ausência de vários atacantes para a partida de hoje contra o Atlético-GO, o Flamengo pode ter duas caras novas, literalmente. Sem Vizeu e Éverton, poupados, Lucas Paquetá e Vinícius Júnior despontam como soluções do técnico Reinaldo Rueda. O colombiano já faria a troca de Vizeu por Paquetá no jogo com o Botafogo. O meia tem se destacado nos treinos como atacante, assim como Vinícius Júnior.

—Temos uma surpresa que vem se destacando nos treinamento, e vocês vão se surpreender amanhã — disse o lateral Renê.

O Flamengo não terá nenhum centroavante à disposição de Rueda. O jovem Lincoln, que jogou com Vinícius Júnior no Sub-20, não foi alçado aos profissionais para a necessidade urgente. Caberá ao técnico armar uma equipe sem centroavante. Nesse cenário, o próprio Vinícius é a opção mais provável.

Quem também poderia exercer a função é Geuvânio, novamente á disposição, junto a Éverton Ribeiro. A dupla deve atuar pelas pontas, com Diego na armação. O meia em princípio não tem motivos para ser poupado. O técnico, porém, tem demonstrado simpatia com a ideia de dar uma chance a Mancuello.

No mais as opções de linha no Flamengo não terão novidade. De volta à zaga, Rhodolfo deve fazer dupla com Réver. E Rodinei ser mantido na lateral direita, com Renê do lado oposto. A segurança defensiva foi o ponto destacado no empate sem gols com o Botafogo. A última vez que o Flamengo não levou gol em uma partida pelo Brasileiro foi no dia oito de julho, contra o Vasco, em São Januário, pela décima segunda rodada da competição.

Thiago pode ser mantido para ganhar ritmo

Das situações com as quais o Flamengo precisa lidar para o segundo e decisivo jogo da semifinal da Copa do Brasil, na quarta-feira, contra o Botafogo, a ausência de um goleiro experiente é a principal delas. Com a expulsão de Muralha, Thiago será a solução, e pode atuar pelo Brasileiro contra o Atlético-GO para ganhar mais ritmo.

O jovem de 20 anos vinha revezando com Muralha no campeonato em que Diego Alves é o titular absoluto. Dessa vez, o goleiro ex-Valência tem chance de começar no banco para o garoto voltar a atuar depois de quase um mês. A última partida foi contra o Coritiba, na Ilha do Urubu, dia 22 de julho. Desde então Muralha foi alçado a titular na Copa do Brasil com a chegada de Diego Alves como reforço.

Agora, Thiago terá como reserva na Copa do Brasil o jovem Gabriel, do Sub-20. O Flamengo ainda tinha César, mas o outro jovem atuou pela Ferroviária-SP quando esteve emprestado esse ano.

A questão dos goleiros é uma dor de cabeça constante no Flamengo. Como Diego Alves chegou deopis da data de inscrição na Copa do Brasil, os jogos de mata mata até agora são a cargo dos dois goleiros que não tem confiança grande do torcedor. Caberá a Thiago provar que pode ser útil mais uma vez com a oportunidade na semifinal. No Brasileiro, Diego Alves será o titular quase sempre.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget