Zé é o primeiro "interino" a deixar o Flamengo sem título nacional

Zé foi uma aposta caseira do Rubro-Negro, que tem um perfil de clube "formador de técnicos". Zé Ricardo foi mais um para essa lista.

Zé Ricardo, ex-treinador do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
LANCE: Zé Ricardo não suportou a sequência de jogos sem vitórias e acabou sendo demitido do Flamengo. Zé foi uma aposta caseira do Rubro-Negro, que tem um perfil de clube "formador de técnicos". Zé Ricardo foi mais um para essa lista.

Efetivado no dia 26 de maio de 2016, Zé ficou 432 dias à frente do Flamengo, com 47 vitórias, 25 empates e 17 derrotas. Total de 62,2% de aproveitamento e um título invicto de Campeonato Carioca. Apesar disso, Zé Ricardo deixou a desejar por não ter conquistado nenhum título a nível nacional pelo Rubro-Negro.

O LANCE! Listou alguns dos técnicos que vieram da "base" e levaram o clube a conquistas nacionais e internacionais.

Carlinhos

Conhecido como o "Violino da Gávea", Carlinhos costumava chamar a sede do Flamengo de "sua segunda casa". Funcionário das categorias de base, Carlinhos foi lançado como treinador interino algumas vezes. Foram sete passagens como técnico. A primeira foi em 1983, a última em 2000. Suas principais conquistas foram os Brasileiros de 1987 e 1992 e a Copa Mercosul de 1999.

Paulo César Carpegiani

Em junho de 1981, alguns meses depois de se aposentar em função de uma grave lesão no joelho, Carpegiani assumiu como interino após a saída de Dino Sani do Flamengo. De "quebra-galho", Carpegiani teve a confiança dos ex-colegas de time para ser efetivado e dirigir o Flamengo de Zico, campeão da Copa Libertadores e Mundial, em 1981, e Brasileiro de 1982.

Andrade

Andrade era auxiliar técnico do Flamengo em 2009, quando Cuca foi demitido. Assumiu como interino e levou o Rubro-Negro ao hexacampeonato brasileiro. Inclusive, Andrade comandou temporariamente o Fla em 2004, salvando o time do rebaixamento. Em 2005 acabou sendo efetivado, mas sem sucesso. Andrade deixou o Flamengo em 2010.

Jayme de Almeida
Jayme de Almeida foi auxiliar técnico de Luxemburgo em 2012. Após Luxa deixar o Rubro-Negro, Jayme seguiu no clube. E a oportunidade veio em 2013, na repentina saída de Mano Menezes. Jayme assumiu interinamente o time, logo foi efetivado e acabou conquistando o tricampeonato da Copa do Brasil, em 2013. Agora, com a saída de Zé Ricardo, Jayme comandará novamente o Fla, quarta-feira, no jogo da volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra o Palestino.

Claudio Coutinho

Nascido em Dom Pedro, cidade na fronteira com o Uruguai, se mudou com apenas quatro anos para o Rio de Janeiro Em 1978, foi técnico da Seleção Brasileira na Copa da Argentina. Assumiu o Flamengo logo após o Mundial. Ele conquistou o Campeonato Brasileiro de 1980, o primeiro da era Zico. Antes disso, Claudio Coutinho foi preparado físico do Flamengo.



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget