Após se livrar de expulsões e de pênalti, Chape reclama do árbitro

'Nunca ninguém viu o cara apitar na vida... (Veio) pra complicar o jogo pra gente', Wellington Paulista desabafa após sofrer goleada para o Flamengo


LANCE: A Chapecoense foi ao Rio de Janeiro e foi goleada por 4 a 0 para o Flamengo, dando fim à sua participação na Copa Sul-Americana de 2017. Após a partida, com os ânimos ainda exaltados, Wellington Paulista não mediu palavras para criticar a atuação do árbitro peruano Michael Espinoza. No primeiro gol Rubro-Negro, Guerrero, em posição irregular, foi lançado por Trauco. No meio do caminho, Douglas Grolli raspou de cabeça, o que deu condição legal ao atacante, que rolou para Cuéllar abrir o placar.

- Colocam um juiz da Bolívia, sei lá de onde é, para complicar um jogo. Bandeira deu impedimento, e ele não marcou. Aí 1 a 0 para o Flamengo em casa, conosco no contra-ataque, claro que íamos vamos tomar. O Flamengo depois de 1 a 0 acabou controlando. Voltar para casa e pensar no Brasileiro. Tinha chance, juiz da Bolívia, sei lá de onde é, acabou com nosso sonho - disparou o camisa 9 da Chapecoense.

Agora, eliminada da competição continental, a Chape foca somente no Campeonato Brasileiro. Atualmente na 14ª posição, com 28 pontos, a equipe catarinense respirou na tabela após derrotar o Grêmio, fora de casa, na última rodada. Neste domingo, o adversário é a Ponte Preta, outra eliminada da Sul-Americana, na Arena Condá. Começa a luta contra o rebaixamento para o Verdão do Oeste.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget