Editor de capa do Extra rebate críticas do Flamengo: "É brincadeira"

O clube informou também que o jornal não poderá mais entrar nas dependências do clube até haver uma retratação.

Márvio dos Anjos - Foto: Divulgação
EXTRA GLOBO: A capa do jornal "Extra" desta sexta-feira causou enorme polêmica que extrapolou os limites das redes sociais. Ao dizer que o goleiro Alex Muralha não fazia mais jus ao apelido e seria chamado pelo nome de batismo "Alex Roberto", nominando-o também de Ex-Muralha, a publicação carioca provocou não só a ira de torcedores do Flamengo. O clube rubro-negro também recebeu muito mal o "comunicado" e reagiu. A assessoria do Flamengo soltou uma nota informando que o presidente Bandeira de Mello convocou uma coletiva para falar sobre o caso, exigiu retratação e disse que o "Extra" não será mais atendido pelo clube - a não ser que faça o pedido de desculpas.

No "Redação SporTV" desta sexta, o apresentador André Rizek, bem como os convidados do programa, criticou o comunicado de primeira página do Extra.

- Achei que o jornal não foi respeitoso com o goleiro. Sou admirador das capas do jornal. (...) Faria um comunicado deste para falar de um político, não de um jogador (...) É direito do Flamengo fazer o que bem entender, mas não concordo com nenhuma das duas atitudes.

O jornalista Tim Vickery também criticou a postura do "Extra" e da imprensa brasileira, em geral:

- Concordo. Mas o uso de apelidos dá margem a isso, deve ser repensado, Mas isso é um desrespeito, é crônico na imprensa brasileira. Uma coisa que não gosto é tratar o jogador como ridículo. E quando o narrador erra o nome do jogador? Essa falta de respeito é grave.


O editor de Esportes do Extra e de O Globo, Márvio dos Anjos, defendeu o jornal:

- Temos aqui nas redes sociais um bormbardeio. Tudo isso que vocês estão falando, eu acho o seguinte. O Alex Muralha tem um apelido problemático. O Extra opera no registro do humor. É uma brincadeira. Acho que o Flamengo tem todo o direito de agir como quer, é uma maneira de capitalizar um apoio que o Muralha não tem. Não acho que deveria cercear o trabalho da imprensa.

O comunicado do Extra que causou a comoção nas redes sociais nesta sexta foi o seguinte:

"Em nome da precisão jornalística, o leitor do EXTRA não encontrará, a partir de hoje, a palavra Muralha relacionada ao senhor Alex Roberto Santana Rafael. Provável titular do Flamengo na final da Copa do Brasil, Alex Roberto, o ex-Muralha, mais uma vez desmoralizou o vulgo, levando um frango no jogo contra o Paraná pela Primeira Liga. Além de ter errado 100% dos lados nas cobranças de pênalti, completando 545 dias sem defender uma penalidade. Também em nome da precisão jornalística, o EXTRA se compromete a rever a sua decisão caso Alex Roberto, o ex-Muralha, volte a fazer por merecer."

O clube, em represália ao comunicado soltou uma nota em protesto, informando também que o jornal não poderá mais entrar nas dependências do clube até haver uma retratação.

"Prezado (a). A partir de hoje, não atenderemos o jornal EXTRA até o mesmo se retratar a respeito desta publicação irresponsável, na capa desta sexta-feira, 01.09. O presidente Eduardo Bandeira de Mello concederá entrevista coletiva após o treino de hoje para repudiar e exigir a retratação."


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget