​Flamengo serve de exemplo para Santos e Palmeiras no Brasileiro

Naquele ano, ao final da 25ª rodada, o Palmeiras era o líder com 47 pontos, oito acima do Flamengo, sétimo colocado.

Foto Oficial do time do Flamengo campeão Brasileiro de 2009 - Foto: Divulgação
ESPORTE INTERATIVO: A distância de dez pontos do Corinthians para o segundo colocado Santos, no Brasileirão, pode parecer infinita, ainda mais quando se leva em conta que já se passaram mais de dois terços do campeonato. No entanto, um exemplo histórico mostra que a saga do hepta alvinegro pode não ser tão inevitável quanto muitos imaginam.

​Desde 2003, quando a Série A passou a ser disputada no formato de pontos corridos, em duas oportunidades o desfecho da competição ficou marcado por arrancadas improváveis.

Na primeira, em 2008, ao final da 25ª rodada, o líder Grêmio somava 49 pontos, sendo seguido de perto por rivais como Palmeiras, Cruzeiro, Botafogo e... São Paulo, que era o quinto colocado, com 42 pontos. Quis o destino que o Tricolor paulista conquistasse seu sexto título brasileiro 13 rodadas depois, com 75 pontos, três a mais que o Tricolor gaúcho. O São Paulo, portanto, conseguiu dez pontos a mais que o Grêmio na reta final daquela edição da Série A, mesma distância que o Corinthians tem hoje para o Santos. Se esse mesmo cenário se repetisse em 2017, o Brasileirão seria decidido nos critérios de desempate (número de vitórias, saldo de gols, gols pró, confronto direto...).

​A segunda arrancada ainda mais improvável aconteceu em 2009. Naquele ano, ao final da 25ª rodada, o Palmeiras era o líder com 47 pontos, oito acima do Flamengo, sétimo colocado. 13 jogos depois, o Rubro-Negro vencia o título brasileiro, com 67 pontos ganhos, menor marca de um campeão na era dos pontos corridos. O Palmeiras, por sua vez, ficou na quinta colocação, com 62 pontos. O clube carioca, portanto, conquistou 13 pontos a mais que o Alviverde na reta final daquele Brasileirão e seria campeão mesmo se tivesse conquistado um ponto a menos. Se o mesmo cenário se repetir em 2017, com o Santos, o Corinthians terminaria três pontos atrás do campeão.

​Ainda que a história revele que a vantagem corintiana não é intransponível, em 14 dos 16 Campeonato Brasileiros disputados no atual formato, a distância conquistada pelo Corinthians na atual rodada garantiria o título ao clube.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget