Sheik reencontra Flamengo após saída conturbada

No confronto entre as equipes pelo primeiro turno, Sheik ficou fora por conta de desgaste físico.

Foto: Carlos Velardi/ EPTV
GLOBO ESPORTE: Pressão sobre os times (por motivos diferentes), último jogo da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro e expectativa de casa cheia. Não bastassem todos esses ingredientes, o duelo entre Ponte Preta e Flamengo, segunda-feira, às 20h, no Majestoso, ganhou um tempero extra: o reencontro de Emerson Sheik com o Flamengo.

Após perder os dois últimos jogos da Macaca (Sport, pela Sul-Americana, e Chapecoense) devido a uma lesão na coxa esquerda, o veterano atacante retorna à equipe titular justamente contra seu ex-time, com quem tem forte relação, mas teve uma saída conturbada no fim de 2016.

Apesar do ressentimento que ficou por ter sido pouco aproveitado no último semestre do ano passado, quando chegou a ser afastado por Zé Ricardo, Sheik evitou polêmicas ao falar sobre o reencontro, mas admitiu que a partida tem um gosto especial, assim como todas as outras contra grandes clubes do futebol brasileiro.

- São as cores que eu defendo hoje, o clube que paga meus salários, que abriu as portas para mim, me recebeu bem. Então primeiro sempre a Ponte. É sempre bom jogar contra grandes clubes, como o Flamengo, o São Paulo, o Corinthians, o Palmeiras. Segunda é um jogo que todo atleta quer jogar. Certamente será um jogão e que sirva para a Ponte retomar o caminho das vitórias para sair desse momento delicado.

No confronto entre as equipes pelo primeiro turno, Sheik ficou fora por conta de desgaste físico. Desta vez, vai a campo como a principal esperança para a Ponte reagir no Brasileirão. Sem vencer há quatro rodadas, com duas derrotas seguidas, a Macaca tem 28 pontos, na 18ª colocação.

Do lado do Flamengo, a partida é importante para virar a página após o vice da Copa do Brasil. Até por isso, o atacante espera um adversário "mordido" em Campinas, mas avisa:

- Certamente eles vêm para ganhar, mas também não vão encontrar moleza, porque aqui têm 11 que também querem muito ganhar.

Se a Ponte conta com Sheik para sair do sufoco, o atacante conta com o apoio da torcida na segunda-feira. A diretoria alvinegra colocou os ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

- A sua presença é extremamente importante nessa nossa luta no Brasileirão. Contamos com vocês - convocou o atacante, falando diretamente aos pontepretanos.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget