Torcida do Flamengo vira o jogo e vê Muralha em recuperação

A hashtag "FechadoComMuralha" se espalhou e o apoio saiu da internet para as arquibancadas no domingo.

Muralha, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
UOL: O Flamengo venceu o Sport por 2 a 0 e subiu para a quarta colocação da tabela do Campeonato Brasileiro. O resultado positivo, no entanto, esteve longe de ser o único motivo de comemoração no jogo do último domingo. Jogadores e comissão técnica também saíram da Ilha do urubu bem satisfeitos com um cenário especial: o momento de Alex Muralha.

Questionado e criticado por conta dos erros recentes e da insegurança em campo, o goleiro foi abraçado por time e torcida. E não por acaso. Sem as primeiras opções à disposição da comissão técnica, ele será o titular da grande final da Copa do Brasil, no dia 27, contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Com a confirmação da lesão de Thiago no último sábado (16), um certo desespero dominou torcida e bastidores do clube. Foi então que os rubro-negros viraram o jogo e utilizaram o fato de ter um questionado goleiro na final a favor do time no momento.

Primeiramente, uma mensagem foi enviada à esposa de Muralha, sempre muito ativa nas redes sociais, e viralizou. A hashtag "FechadoComMuralha" se espalhou e o apoio saiu da internet para as arquibancadas no domingo.

Durante o jogo contra o Sport, a torcida incentivou o goleiro o tempo inteiro. Fosse no tiro de meta, no anúncio da equipe, em simples defesas ou no intervalo, os rubro-negros não paravam de gritar o nome do arqueiro.

"Parabéns para a torcida pelo carinho, respaldo e acompanhamento que deu ao time e ao Muralha. Muito gratificante, porque Muralha vem trabalhando muito bem e hoje teve a oportunidade de abraçar essa oportunidade. Toda a equipe o respaldou", comentou o técnico Reinaldo Rueda.

"Ele é um grande goleiro, a torcida deu moral. Ele vai retomar a confiança. Estamos felizes que a torcida o abraçou. Isso dá tranquilidade não só para ele, mas para todos", endossou o atacante Paolo Guerrero.

Nos corredores, entre diretoria, estafe e comissão técnica, a sensação era de alívio. A presença de Muralha no jogo de quarta, contra a Chapecoense, pela Sul-Americana, no entanto, ainda é dúvida. Especialmente pela possibilidade de definição em cobranças de pênaltis, ponto problemático do goleiro.

"É importante o comportamento de Muralha hoje. São dois dias, é pouco tempo para nós", desconversou Reinaldo Rueda.

No fim de semana (sábado, 23), diante do Avaí, Muralha deverá ir a campo normalmente. Será o último jogo antes da final da Copa do Brasil.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget