Após autorizar o Botafogo, PM quer vetar Flamengo x Vasco na Ilha

O Flamengo tem em mãos todos os laudos necessários para receber clássicos na Ilha do Governador e com 5% da carga de ingressos aos visitantes.

Torcida do Flamengo na Ilha Governador, antiga Arena Botafogo - Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
UOL: O Flamengo indicou a Ilha do Urubu para receber o clássico contra o Vasco, dia 28 de outubro, às 19h (de Brasília), pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O estádio está confirmado para a partida no site da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), mas a realidade é a de que o comando geral da Polícia Militar fará a análise da situação e pode "vetar" o compromisso no local (veja aqui).

O Flamengo tem em mãos todos os laudos necessários para receber clássicos na Ilha do Governador e com 5% da carga de ingressos aos visitantes. O problema, na avaliação da PM, está no que aconteceu quando os rivais se encontraram no dia 8 de julho, em São Januário.

Na ocasião, uma barbárie generalizada tomou conta do estádio ao apito final. Bombas foram atiradas no gramado e o time do Flamengo teve dificuldade para descer aos vestiários. Houve confrontos entre policiais e integrantes de organizadas do Vasco. David Rocha Lopes, de 27 anos, morreu baleado em confusão com PMs fora do estádio. Outros dois torcedores também foram atingidos por disparos de armas de fogo.

No meio dos episódios lamentáveis, o cabo do Exército Igor Marcelino Coelho foi indiciado pela Polícia Civil por lesão corporal, desacato e por promover tumulto em eventos esportivos, crime previsto no Estatuto do Torcedor. Nas imagens de TV, ele apareceu agredindo com socos duas policiais militares. Por conta dos problemas, São Januário foi interditado pelo Ministério Público e o clube punido com a perda de seis mandos de campo no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

Pela rivalidade, acesso e instalações acanhadas, além dos indícios de que novos tumultos poderão ocorrer por conta da guerra entre as organizadas dos clubes - ainda que punidas pelo Ministério Público -, o comando da PM avaliará de forma criteriosa a realização do jogo. A ideia é conversar com o Flamengo e explicar alguns riscos consideráveis sobre mandar o clássico na Ilha do Urubu. A decisão será tomada pelo Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) e pelo comando geral.

"Acho que não seria conveniente por todo o cenário criado. Fizemos clássicos na Ilha em 2016, mas o panorama para esse jogo é diferente. O Flamengo tem os laudos, só que a PM avaliará e pode indicar outro estádio em uma decisão do comando. Caso seja realizado na Ilha, o Flamengo assumirá todas as responsabilidades e os visitantes terão apenas 5% da carga disponível", explicou o comandante do Gepe, Major Sílvio Luiz.

O local da partida será definido nos próximos dias. A Polícia Militar fará o contato direto com os clubes. Procurado pela reportagem, o Flamengo reforçou a indicação da Ilha do Urubu para receber o clássico. O Vasco se pronunciou através do vice-presidente de futebol, Eurico Brandão, o Euriquinho.

"O Vasco joga no estádio em que a CBF determinar. O Flamengo, como mandante, assumirá todas as responsabilidades".



Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget