Com menos jogos, Cuéllar já desarmou mais que Márcio Araújo

No Flamengo, por exemplo, onde a torcida é famosa não só pelo tamanho mas pela paixão e poder de superdimensionar qualquer coisa.

Foto: Gilvan de Souza
GOAL: Em tempos de rede social, onde o torcedor pode ser bem mais facilmente percebido e ouvido, os jogadores de futebol vivem uma exposição jamais vista em outra época, isso pode tanto ajudar quanto atrapalhar em determinados casos. No Flamengo, por exemplo, onde a torcida é famosa não só pelo tamanho mas pela paixão e poder de superdimensionar qualquer coisa, atrelado a uma temporada frustrante como a de 2017, dois jogadores em comum enfrentam a ira das arquibancadas e internet.

A vida de Márcio Araújo e Alex Muralha não tem sido fácil, os atletas se tornaram uma espécie de viral na internet, toda e qualquer coisa relacionada a dupla contém uma espécie de drama misturado com o fato do torcedor sempre apontar um vilão como desculpa para as coisas que estão dando errado com a suas equipes.

Na última quarta-feira, contra o Fluminense, quando foi chamado pelo treinador, um torcedor que estava próximo foi a loucura e virou "meme" na internet, o cidadão era totalmente contra a entrada do atleta na partida.

Querendo ele ou não, Márcio foi acionado para fechar a entrada da área, que estava sendo facilmente penetrada pelo Fluminense. Funcionou, desde então, o time Tricolor passou a ter dificuldade e diminuiu a pressão contra o rival.

Márcio e Cuellar possuem características diferentes, o primeiro atua fechando mais a defesa, enquanto o segundo tem como ponte forte a recuperação e a saída de bola. No time de Rueda, que prende os laterais, o colombiano tem mais liberdade no meio-campo.

Mas os números mostram que Márcio Araújo está bem longe de ser o vilão que parte da torcida imagina que ele seja. Ao lado, mostramos um comparativo entre o titular que está nas graças da torcida e o camisa oito. Vale ressaltar que há uma diferença de cinco jogos entre os dois.

No caso de Alex Muralha, a situação ficou um pouco mais complicada para o goleiro por conta da perda do título da Copa do Brasil, na decisão por pênaltis ele não conseguiu fazer nenhuma defesa, o que irritou a torcida. Esse quesito, inclusive, tem sido o maior inimigo do atleta no Flamengo, que conseguiu salvar apenas uma penalidade desde que chegou ao clube.

Por outro lado, em 2016, Alex foi um dos três goleiros que mais fizeram defesas difíceis no Brasileirão e ajudou o Rubro-Negro a voltar a brigar pelo título. Dar a volta por cima parece uma tarefa complicada para o arqueiro que tem, agora, Diego Alves em seu caminho.

Titular da posição, Diego vem ganhando cada vez mais confiança com a sequência de jogos e, ao que parece, não dará mais brechas para Muralha, principalmente porque ainda sonha com uma vaga na Copa do Mundo da Rússia.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget