Conca evidencia erros no futebol do Flamengo

Conca não teve o aval do departamento médico mas foi bancado por Flavio Godinho, até então Vice-Presidente de futebol.

Darío Conca é o novo jogador do Flamengo - Crédito: Gilvan de Souza
GOAL: Maior contratação do Flamengo para o primeiro semestre, Darío Conca se tornou um verdadeiro fiasco. Com apenas três jogos e 27 minutos em campo, ele embolsa cerca de 400 mil reais mensais do time Rubro-Negro desde que pisou no gramado pela primeira vez com as cores do clube e atrapalhou bastante o trabalho tanto de Zé Ricardo quanto de Reinaldo Rueda.

Contratado por empréstimo sem custos para se recuperar no Ninho do Urubu e reforçar o time na fase de mata-mata da Libertadores, Conca não teve o aval do departamento médico mas foi bancado por Flavio Godinho, até então Vice-Presidente de futebol.

O argentino seria o reserva de luxo de Diego, mas as coisas começaram a se complicar quando o meia se lesionou ainda na fase de grupos e Dário Conca ainda não estava à disposição, depois disso, as cobranças em cima de sua recuperação aumentaram e os prazos não foram cumpridos.

Recuperado da lesão, Conca causou problemas internos pois queria entrar em campo, o clube cedeu a pressão do jogador que não mostrou nível físico suficiente para ser competitivo e deixou de ser uma opção. Na maioria dos jogos ele sequer é relacionado e amarga o esquecimento no clube.

Pior para o Flamengo que paga caro por um atleta, em uma posição onde praticamente não tem opções. Na Libertadores, já citado acima, o time ficou sem um meia armador, perdeu a confiança e precisou fazer apostas, não deu certo.

Em seguida, veio a má fase de Diego, e no elenco não havia um atleta a altura capaz de fazer a sua função, na Copa do Brasil, onde sofreu para eliminar o Botafogo e perdeu para o Cruzeiro na grande decisão, também ficou sem um nome para mudar a cara dos jogos.

No Brasileiro, onde Rueda roda bastante o elenco de olho, anteriormente, na Copa do Brasil e, agora, na Copa Sul-Americana, a posição volta a ser um problema, uma vez que o jovem Lucas Paquetá tem atuado mais no ataque do que propriamente no meio-campo.

Diante de tudo isso é possível a firmar que a contratação do meia foi um grande tiro no pé, além de pagar salário alto, o jogador ocupou uma vaga onde qualquer outro atleta poderia ser muito mais útil. Agora, nem ao menos lembrado pelos torcedores, Dário Conca espera apenas o término de seu contrato para se desligar do clube Rubro-Negro.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget