Diego sumido e pouca criatividade: Motivos para derrota do Flamengo

O Flamengo não conseguia ser criativo com a bola no chão para furar o bloqueio da Ponte, que tentava explorar contra-ataques.

Diego durante Ponte Preta x Flamengo - Foto: Staff Images
GLOBO ESPORTE: Não foi a melhor maneira de afastar a ressaca do vice-campeonato da Copa do Brasil. Longe disso. Em noite de atuação ruim,o Flamengo não conseguiu se impor diante da Ponte Preta. Sem inspiração, o time de Reinaldo Rueda não conseguiu - de novo - encontrar alternativas fora de casa e foi derrotado por 1 a 0 no Moisés Lucarelli.

Com o resultado, o Flamengo segue na sétima colocação do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos. O time volta a jogar no dia 12 de outubro (quinta-feira), no clássico diante do Fluminense.

Primeiro tempo de pancadas

O jogo só foi movimentado no segundo tempo. Na etapa inicial, houve mais falta do que futebol. Ao todo, 21 cometidas em 45 minutos, algumas duras. Sobrou pancada, faltou inspiração. O Flamengo não conseguia ser criativo com a bola no chão para furar o bloqueio da Ponte, que tentava explorar contra-ataques.

Sem criatividade

Faltou muito para o Flamengo ser agressivo. Faltou colocar a bola no chão, trocar melhor os passes, explorar os espaços e ser criativo. Diego, novamente, teve uma atuação abaixo do esperado. Muito preso na marcação, pouco conseguiu criar. Éverton Ribeiro buscava a movimentação aberto na ponta, mas também não encontrava espaço. Mesmo com a ausência de Guerrero e com Paquetá em seu lugar, o Fla abusou dos lançamentos na busca do homem de referência e finalizou somente uma vez no gol da Ponte.

Diego Alves

Com o fim da Copa do Brasil, dificilmente haverá trocas no gol rubro-negro. Reforço na temporada, Diego Alves foi - talvez o único - destaque positivo do Flamengo em campo. Fez grande defesa em falta bem cobrada e pênalti, ambos batidos por Lucca.

Desvio fatal

A Ponte Preta foi bem mais agressiva na segunda etapa. O Flamengo, por sua vez, sentiu falta da saída de bola de Cuéllar, e falhou na marcação no ataque. No lance do gol da Ponte Preta, Jean Patrick apareceu sozinho, livre para chutar na entrada da área. A bola ainda desviou em Réver. O capitão rubro-negro também cometeu o pênalti assinalado pela arbitragem no segundo tempo.

Desfalques

O Flamengo jogou sem alguns de seus titulares. Guerrero, Trauco e Cuéllar já estão com suas seleções. Berrío cumpre suspensão, enquanto Juan e Everton ficaram no Rio por conta de desgaste físico.

Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget