"É muito mais tranquilo jogar na Ilha do que em São Januário", diz Mauro

Em seguida, Mauro questionou a passividade da diretoria do Flamengo com o caso.

Torcida do Flamengo na Ilha do Urubu - Foto: Gilvan de Souza
COLUNA DO FLAMENGO: O Flamengo foi surpreendido na tarde desta quinta (19) com a decisão da CBF que mudou o local da partida do clássico contra o Vasco para o Maracanã.

Antes, a partida estava marcada para a Ilha do urubu.

O Flamengo emitiu uma nota logo em seguida e classificou a decisão como arbitrária. “Após determinação arbitrária da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a partida entre Flamengo e Vasco, dia 28 de outubro, foi transferida da Ilha do Urubu para o Maracanã“, diz um trecho da nota do Fla.

O presidente Bandeira também falou sobre a decisão após a goleada sobre o Bahia: “Foi marcado o Flamengo e Vasco para um estádio que não é do Flamengo. Nós jogamos o primeiro turno no campo do Vasco e no segundo turno o jogo vai ser campo neutro. Além disso tem toda questão econômica. Jogar no Maracanã todos sabem que as taxas são extorsivas e eu quero saber quem é que vai pagar essa conta“, disse.

O jornalista e comentarista dos canais ESPN, Mauro Cezar, falou no programa Linha de Passe, sobre o desiquilíbrio técnico que a decisão causa:

“A grande questão nisso tudo é que alegam que não há segurança no estádio. Só descobriram isso agora? Quem tem que dar segurança é a polícia. Então a polícia está passando estado de incompetência? Isso causa um desiquilíbrio técnico porque o jogo do primeiro turno foi em São Januário com a torcida do Vasco em maioria. Mesmo que o Flamengo tenha 90% do estádio e o Vasco 10%, o cenário do Maracanã é muito mais tranquilo pro Vasco do que jogar na Ilha“.

Em seguida, Mauro questionou a passividade da diretoria do Flamengo com o caso:

“Me chama atenção até aqui da passividade do Flamengo que não se manifesta, não reage. Por que o Flamengo não vai à justiça contra o Estado? O ex-Governador, o que está preso foi quem entregou o Maracanã nas mãos da Odebretch que agora cobra taxas absurdas pra quem lá joga e o Flamengo vai ter que arcar a priori com as despesas. Lembrando que no FlaxFlu da semana passada que teve quase 40 mil pessoas, Fluminense e Flamengo dividiram a renda e cada um ficou com R$ 25 mil. Uma renda de quase R$ 1, 2 milhões“.


Marcadores:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget